Centenas de Clássicos reunidos em Cascais

20 setembro 2017

A vila de Cascais vestiu-se a rigor durante três dias para acolher dezenas de milhares de visitantes do maior encontro de automóveis clássicos da Península Ibérica. O Cascais Classic Motorshow, evento organizado pelo Automóvel Club de Portugal com o apoio da Câmara Municipal de Cascais, reuniu mais de mil exemplares avaliados em mais de 50 milhões de euros.

Os mais belos e raros exemplares foram a votos no Concours d’ Éléganceum dos momentos mais altos do Cascais Classic Motorshow. Dos 65 candidatos, sagrou-se vencedor, “Best of Show”, o Lancia Lambda Limousine de 1928. A Lancia esteve em grande destaque, com dois dos mais importantes prémios entregues a emblemáticos modelos da histórica marca italiana. A avaliação que celebra o exemplar mais bem preservado com Prémio da Originalidade, encontrou no Lancia Stratos de 1975 um justo vencedor.

A tarefa do júri foi muito difícil, mas a do público também não foi fácil. Mas, quando se contaram os votos, a escolha foi clara: o Edfor de 1937, um dos mais belos automóveis de fabrico nacional, venceu o Prémio do Público, “Troféu Horácio González”.

Nas restantes categorias, a competição foi também muito disputada. O Volkswagen Type 21 de 1950 veio da Madeira para vencer a categoria dedicada ao Espírito Boxer. O diminuto DKW 3=6 Monza foi o escolhido pelo júri internacional como o vencedor da categoria dedicada aos DKW/Auto Union e o esguio e elegante MG SA arrebatou o título dos anos 30, do mesmo modo que o Fiat 505 de 1925, assegurou o triunfo nos Vintage. O belo e muito bem preservado Simca 8 Sport dominou os acontecimentos nos Sport pós-Guerra, enquanto o Porsche 356 SC garantiu o sucesso nos “Sixties”. O imponente Iso Grifo foi o preferido dos modelos dos anos 70 e o Cadillac 61 Coupe de 1941 foi o expoente máximo dos American Dreams, enquanto o Mercedes-Benz 190 SL de 1956 venceu a categoria dedicada a este belo modelo alemão.

Competição desportiva ao rubro

O Rally ACP Clássicos voltou a integrar o Cascais Classic Motorshow, dando mostras da sua vitalidade e competitividade. Mais de 65 equipas de especialistas em regularidade histórica, cumpriram um percurso inovador que os levou a Sintra e Mafra. A prova foi conquistada pela dupla Nuno Serrano/Alexandre Berardo, em Peugeot 205 GTI.

Também em competição estiveram os automóveis produzidos até 1930, que puderam mostrar a sua velocidade e resistência no já tradicional “Quilómetro Lançado”. Também aqui a Lancia conquistou o pódio e novamente com um Lambda, desta feita um belo Roadster que pertenceu ao II Conde de Vizela.

Mais de 600 carros em desfile pela Marginal

Se a grande festa estava centrada nos carros, o público também teve outras paragens. O Vintage Market, no Parque Marechal Carmona, reuniu automobilia, exposições, restauração e música ao vivo, com muitas ofertas para o público para reviver o glamour de outros tempos.

Vários figurantes vestidos à época animaram os visitantes, que teve ainda direito a vários concertos de jazz e música ligeira dos anos 50 e 60.

No domingo de manhã, mais de 600 clássicos desfilaram em cortejo desde a Marina de Cascais até Carcavelos. O Monumental Desfile encerrou em apoteose este evento único na Península Ibérica, organizado pelo Automóvel Club de Portugal com o apoio da Câmara Municipal de Cascais.

scroll up