Abarth construíu o 500 mais rápido do mundo

02 janeiro 2018

É por demais conhecido o gosto dos ricos países do Médio Oriente por tudo o que envolva exotismo e luxo a preços astronómicos, e os automóveis não são exceção. Desta vez não se trata de nenhum superdesportivo ou berlina de requinte máximo.

Pelo contrário, um cliente do Qatar preferiu encomendar a Romeos Ferrari um Abarth 500, mas, claro, único como não podia deixar de ser, com todos os pormenores feitos à medida.

Além de ser o 500 mais rápido do mundo com 248 cv de potência, que chega aos 100 km7h em apenas 5,5 segundos atingindo os 240 km/h, e contar com um visual mais musculado que o dos seus “irmãos” assumindo uma vocação de competição distingue-se pelo interior exclusivo a começar na pele branca a forrar quase tudo, à excepção do "tablier", coberto num veludo quase "bordeaux" mas que pretende replicar o contraste da bandeira do Qatar.

Também não faltam diversos detalhes banhados a ouro, como os puxadores interiores das portas ou as molduras das saídas da ventilação ou do ecrã central, bem como no volante. Como toque final, o modelo seguiu equipado com flutes, supostamente para champagna, apesar de não ser bebida consumida naquelas paragens. Pelos menos em teoria.

scroll up