"Antes do futuro chegar é preciso resolver a mobilidade"

29 março 2017

O presidente do Automóvel Club de Portugal, Carlos Barbosa, considerou hoje, à margem da "Conferência O futuro do Automóvel" que decorreu em Lisboa, que "é sempre bom começar a discutir estas questões, mas é essencial não falhar o ponto principal e que vi aqui pouco discutido: a mobilidade".

É que, para Carlos Barbosa, "todas estas questões, como a da conectividade e a da condução autónoma, têm de passar primeiro pela resolução da mobilidade". 

A conectividade "já é uma realidade bem implementada no nosso quotidiano, mas ainda estamos muito distantes da questão da condução autónoma. Compreendo que seja politicamente correto para as marcas desenvolver o carro autónomo, mas a cidades não têm capacidade, por causa dos custos, para se dotarem das infraestruturas necessárias para os carros autónomos", afirmou. E, ao contrário, do que alguns oradores afirmaram, "as pessoas querem ter os carros na sua posse e é uma ilusão pensar que as pessoas no futuro não vão ter carros e que só vai haver carsharing e sistemas desses". 

scroll up