Centro de Desenvolvimento de Protótipos da Seat faz 10 anos

05 dezembro 2017

O Centro de Desenvolvimento de Protótipos (CPD) da Seat comemora este ano o seu décimo aniversário. Situado no centro da fábrica de Martorell e uma referência no setor, este centro faz o ponto de união entre a I+D e a Produção, onde o construtor junta as fases de desenvolvimento e de industrialização dos seus veículos e durante as quais a virtualidade se converte em realidade.

Uma das principais missões do Centro de Desenvolvimento de Protótipos é o da redução dos prazos de lançamento de novos modelos e o impulso da eficiência nos processos de gestão de recursos. É exemplo disso o uso da realidade virtual nas primeiras fases de desenvolvimento dos veículos, que reduziu em até 30% a utilização de protótipos físicos.

Ao longo dos últimos 10 anos, produziu 150 modelos para melhorar a visibilidade do desenho, 2.000 protótipos de teste e 4.000 automóveis para otimização do produto e do seu processo. Simultaneamente, foram efetuadas melhorias em 12.000 pontos, prosseguindo para um nível de alta qualidade.

O CPD inicia a sua ação desde as primeiras fases de um novo projeto. Três anos antes da produção em série são produzidos os primeiros protótipos para testes e pré-série, e isso é concretizado através da realidade virtual e com a simulação dos processos de construção em série.

Até ao momento, os protótipos e pré-série desenvolvidos nestas instalações de alto rendimento incluem duas gerações do Ibiza, o Leon, o Toledo, o Mii, o Alhambra e, mais recentemente, o Ateca e o Arona. Com o mesmo objetivo, também passaram pelo centro modelos como o Audi Q3 e o A1. O CPD trabalha atualmente na preparação de seis novos projetos que chegarão futuramente ao mercado.

scroll up