Com mais baterias também vai haver mais Ioniq

12 junho 2017

A marca sul-coreana tem tido dificuldades em avançar com a produção do Ioniq elétrico porque não esperava que a procura do modelo se revelasse duas vezes superior ao esperado e não encomendou o número suficiente de baterias.

Por outro lado, a fornecedora LG Chem também não tem conseguido responder ao elevado número de encomendas recebidas tanto da marca sul-coreana como de outros contrutores.

Agora que foram ultrapassadas estas restrições junto da LG Chem, a Hyundai pode respirar de alívio anunciando que vai aumentar a produção do Ioniq em 50% nos próximos meses.

scroll up