Ford na corrida à liderança da condução autónoma

13 fevereiro 2017

A Ford vai investir 1.000 milhões de dólares na Argo AI ao longo dos próximos cinco anos. Trata-se de uma empresa de inteligência artificial com a qual aquela marca de automóveis pretende desenvolver um sistema de condução virtual para veículos autónomos a surgir em 2021.

“A próxima década será definida pela automatização do automóvel e os veículos autónomos terão um significativo impacto na sociedade, tal como a linha de montagem móvel da Ford teve há 100 anos,” disse Mark Fields, Presidente e CEO da Ford. “À medida que a Ford se expande para se tornar numa empresa automóvel e de mobilidade, acreditamos que investir na Argo AI irá criar um valor significativo junto dos nossos accionistas, reforçando a liderança da Ford no processo de introduzir no mercado, a curto prazo, veículos com condução autónoma, criando uma tecnologia que poderá ser licenciada a terceiros no futuro”, concluiu aquele responsável.

Como complemento desta relação, a Ford Smart Mobility LLC irá definir a estratégia de comercialização dos veículos autónomos da Ford. Nela incluem-se opções para uma utilização de veículos autónomos no movimento de pessoas e bens, tais como viagens partilhadas, viagens por chamada ou frotas de entrega de encomendas.

O objetivo inicial da Argo AI será apoiar a Ford no desenvolvimento e produção de veículos autónomos. No futuro, a Argo AI poderá licenciar a sua tecnologia a outras empresas e setores, que busquem essa vertente de autonomia.

scroll up