Ford quer Realidade Virtual na venda de veículos

29 março 2017

Os cinemas irão mergulhar os espectadores em filmes VR, os pacientes serão submetidos a tratamento por RV e os clientes entrarão no mundo dos produtos ou serviços em que estiverem interessados, permitindo uma nova dimensão à ideia de experimentar ou tentar fazer novas coisas. Os carros não são diferentes.

Mais do que nunca, a Ford já integra a RV na forma como desenha os seus veículos e a marca está agora a começar a explorar de que forma a tecnologia pode mudar a experiência de venda.

“É realmente uma tela em branco. É fácil imaginar que alguém que queira comprar um SUV poderia experimentar levar aquele carro para um teste de condução sobre dunas do deserto sem sair do conforto de sua casa”, disse Jeffrey Nowak, chefe de experiência digital global da Ford Motor Company. “Da mesma forma, se estiver no mercado à procura de um carro citadino, poderia estar em casa, descontraído e em pijama, e experimentar o percurso para a escola na hora de ponta, depois de colocar as crianças na cama.”

Os compradores online já podem experimentar antes de comprar para descobrir novos óculos ou roupas que sejam do seu agrado, ou mesmo o aspeto que um carro novo pode ter fora de sua casa. Mas a Ford quer que, de futuro, os seus clientes passem a experimentar antes de comprar, pelo que está a explorar o potencial de uma gama de tecnologias de realidade virtual e aumentada, criando hologramas digitais para o mundo real que poderá dentro da próxima década permitir que as pessoas interajam com todos os aspetos dos produtos de acordo com a sua conveniência.

“Nós imaginamos que um dia um cliente poderá identificar o modelo em que está interessado, desde a cor, ao revestimento exacto do seu interior, e quando e onde gostariam de o simular. Esse cenário poderá ser recriado numa base personalizada”, afirma Nowak. “Realmente não há limite para a profundidade dos detalhes. As possibilidades são infinitas”.

scroll up