Ford vai dar preferência à produção de SUV

04 outubro 2017

A Ford vai desinvestir nos modelos mais convencionais – e até descontinuar alguns modelos - dando prioridade à produção de SUV, considerados hoje em dia mais lucrativos. É este o novo plano estratégico da marca na sequência de um corte de 14 mil milhões de dólares de custos com a canalização de parte dos fundos para os veículos utilitários desportivos.

Do total desta poupança anunciada, 4 mil milhões dizem respeito a custos de engenharia e 10 mil milhões em diminuição de despesas com materiais. O objetivo é aumentar em dois pontos a margem de negócio, que está hoje em torno dos 6% e libertar fundos para investir na eletrificação e em sistemas de condução autónoma.

Além disso, serão desviados cerca de 7 mil milhões de dólares que estavam destinados ao desenvolvimento de novos automóveis para o lançamento de novos SUV e pick-ups, incluído já o novo Ranger, que chegará ao mercado em 2028, e o novo Bronco, que será lançado dois anos mais tarde. Entre os projetos anunciados está um futuro SUV 100% elétrico.

scroll up