Governo anuncia carregamentos rápidos até três euros

21 dezembro 2016

O custo de um carregamento rápido vai estar situado entre 1,5 e os três euros, revelou o ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, em declarações ao jornal Público. 

Este anúncio surgiu no seguimento do resultado do concurso para a instalação de 14 postos rápidos, a serem montados até 8 de janeiro, e que integram uma rede nacional de 35 postos. As empresas Prio, EDP e Mobilectric foram a vencedoras, e agora vão instalar os postos de carregamento em localidades como Aveiro, Évora, Valença, Viana do Castelo, Vila Real, Coimbra, Lisboa, Porto, Vila Nova de Gaia, Matosinhos, Braga, Cascais e Loures. 

Segundo as declarações do ministro, há ainda a "elevada probabilidade" de até janeiro serem também instalados mais oito carregadores nas áreas de serviço das auto-estradas.

Estes carregadores integram a rede piloto lançada pelo Governo, que inicialmente previa a instalação de 50 carregadores. Dadas as resistências que o ministro do Ambiente admitiu existirem no decorrer das negociações, por as concessionárias das estações de serviço ainda olharem para a mobilidade elétrica "como um potencial concorrente", a expectativa do Executivo baixou para o total de 35 postos de carregamento. 

scroll up