Híbridos plug-in? Só para berlinas e SUV, diz a BMW

04 outubro 2017

A BMW recuou na sua anterior intenção de “aumentar a percentagem de modelos com versões elétricas, no seio de todas as marcas e modelos”, como afirmou recentemente o CEO do Grupo BMW, Harald Krügeros.

Pelo menos em parte, já que a confirmar-se esta mudança de planos, afirmada agora num evento que decorreu na Bélgica, os sistemas de propulsão eléctrica plug-in (PHEV) vão ficar reservados a berlinas e SUV.

Isto depois do fabricante ter anunciado querer contar, até 2025, com um mínimo de 25 modelos eletrificados, além de 12 propostas 100% eléctricas, e até um modelo M, fica por esclarecer se esta nova intenção diz respeito apenas às gerações dos modelos em comercialização ou se é uma decisão que abrange as futuras gerações.

De qualquer forma e de acordo com declarações de Harald Krügeros, a BMW está "a conduzir todas as nossas fábricas rumo à mobilidade eléctrica, sendo que, no futuro, seremos capazes de equipar todos os nossos modelos, com todos os tipos de sistemas de propulsão."

A marca irá apresentar um mini eléctrico, já na versão de produção, em 2019 seguindo- no ano seguinte uma versão elétrica do SUV X3. Para os primeiros anos da próxima década, está ainda previsto o lançamento de um novo modelo para a gama eléctrica “i”, baseado no concept que foi revelado no Salão de Frankfurt.

scroll up