Inspeções periódicas a motociclos avançam até junho

18 janeiro 2018

Justificando esta medida, o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, lembrou que o número de acidentes mortais com motociclos aumentou em 2017.

Segundo o presidente do Automóvel Club de Portugal, Carlos Barbosa, "sempre nos opusemos à possibilidade de se poder guiar motos de 125cc apenas tendo carta de condução de automóvel.  Tem de haver um exame prévio já que guiar uma moto, mesmo que só até 125cc, é perigoso e é preciso saber fazê-lo. E é isso o que este governo quer fazer, criar um exame prévio, não tão intenso como tirar a carta de condução na parte téorica, mas sim no que toca à parte prática, garantindo maior segurança". 

O titular da pasta da Administração Interna disse que o plano de inspeções periódicas a estes veículos é para "estar em funcionamento" no primeiro semestre de 2018, depois de feitas as devidas "alterações legislativas e administrativas".

As inspeções destinam-se, nomeadamente, a aferir as condições de circulação dos motociclos, à semelhança do que já é feito com os automóveis.

scroll up