Mercedes-Benz e Smart de portas abertas à eletrificação

10 janeiro 2019

Bons resultados impulsionam as marcas do Grupo Daimler para tecnologias do futuro. A Mercedes-Benz aposta forte nos automóveis híbridos Plug-in com motores de combustão a gasolina e a gasóleo, consoante os segmentos e a utilização eleita. Para a Mercedes-Benz Cars em Portugal, o ano passado foi o melhor de sempre, mas o futuro continua sorridente com a chegada de novos modelos e de propostas credíveis que assentam em propulsores de combustão auxiliados por motores elétricos, com tecnologia Plug-in, onde o diesel vai continuar a ter um papel importante.

A chegada do EQC 400, durante o 2º semestre de 2019, não deixa de ser uma referência no mundo da eletrificação automóvel, com a Mercedes-Benz a prometer ainda inúmeras propostas onde as novas tecnologias vão ter um papel fundamental, para além de novas opções técnicas ao nível de motores, como o novo bloco a gasolina de 1,3 litros, ou a opção de 7 lugares para os novos GLB e GLE. O Classe A que vai ver chegar este ano a variante Limousine, continua a ser o modelo de entrada da marca com um sucesso singular.

No mundo da Smart, o mercado português teve a melhor performance mundial em 2018. Este ano será também de sucesso, na despedida aos motores de combustão, pensando-se já em posicionar a Smart como marca totalmente elétrica, o que irá acontecer em 2020, lembrando que a marca é pioneira na estratégia da mobilidade elétrica, como um carro perfeito para os desafios nas cidades, assente em atributos radicais, simples e libertadores.

A Mercedes-Benz foi a 3ª marca mais vendida em Portugal durante o ano passado, depois da Renault e da Peugeot, sendo reconhecida como a 8ª marca mais valiosa no mundo.

scroll up