Mercedes- Benz estuda Inteligência Artificial

05 dezembro 2016

Como vai a Inteligência Artificial influenciar o futuro da mobilidade? Quão inteligentes vão ser os carros no futuro? E, acima de tudo, que papel vai ter o homem dentro da viatura? Estas são algumas das questões levantadas no decorrer da 4ª "Future Talk", a conferência anual a decorrer em Berlim que a Mercedes-Benz dedica, tal como o nome indica, ao futuro da mobilidade, reunindo engenheiros, cientistas e jornalistas. 

Em anos anteriores houve temas como a robótica, a utopia e o virtual. Mas este ano o tema vai ao cérebro da questão: a Inteligência Artificial, mais precisamente coo irá ser integrada na mobilidade e que tipo de relação se irá desenvolver entre homem e a máquina. 

"Inteligência Artificial é para a Mercedes-Benz um tópico-chave para estudar as possibilidades de futuro, seja na óptica da sua integração no automóvel, seja na óptica da dos serviços de mobilidade, desenvolvimento ou produção", referiu, na abertura, Anke Kleinschmit (na foto), diretora do Grupo de Pesquisa da Daimler. Para Kleinschmit, "a Inteligência Artificial deixou de ser fição científica e o forte progresso da condução autónoma é a prova disso". 

scroll up