Novo Ampera-e com 400 km de autonomia

14 setembro 2016

A marca germânica não se poupa nas expectativas que está a criar para o novo Ampera elétrico, que vai apresentar no Salão de Paris, em outubro: "vai ser o primeiro automóvel elétrico a contribuir decisivamente para erradicar de vez aquele que é o maior obstáculo à expansão da mobilidade elétrica, que é a ansiedade com a autonomia". 

Além dos anunciados 400 km de autonomia em ciclo New European Driving Cycle (NEDC - um determinado tipo de testes de ensaio), a Opel lança ainda mais uns dados para abrir o apetite ao mercado, garantindo que este modelo do Ampera tem "mais 25% de autonomia face ao concorrente mais direto" e que a "elevada performance" permite fazer "apenas 3,2 segundos dos 0-50km/h". 

Admitindo que as expetativas possam estar realmente elevadas, a marca reconhece que "naturalmente, a autonomia máxima na utilização do dia-a-dia deverá ser inferior ao valor apurado no ciclo NEDC, devido a fatores como as caraterísticas da estrada, as condições meteorológicas, tipo de condução ou peso adicional transportado. Contudo, é seguro que o Ampera-e conseguirá cumprir distâncias de mais de 300 km sem necessidade de recarregar, mesmo num perfil médio de utilização despreocupada."

scroll up