Novo Classe E com potência (quase) ao extremo

28 outubro 2016

A Mercedes-Benz prepara-se para fazer uma revelação em grande no Salão Automóvel de Los Angeles, em novembro, ao apresentar aquele que afirma ser o mais potente Classe E de sempre, nas versões E 63 4Matic+, e o ainda mais poderoso E 63 S 4Matic+.

Visualmente, os novos AMG exibem um conjunto de elementos que refletem a sua vocação e sublinham a sua exclusividade e eficácia aerodinâmica com o interior a condizer com esse mesmo potencial dinâmico, ostentando ainda o requinte e luxo habituais em propostas deste nível de preço.

Quanto a desempenhos, o poderoso Classe E indica uma potência de 571 cv constante entre as 5.750 e as 6.500 rpm, e um binário máximo de 750 Nm constante entre as 2.250 e as 5.000 rpm, no caso da versão E 63 4Matic+. Já o E 63 S 4Matic+ atinge o seu rendimento mais elevado de sempre: 612 cv e 850 Nm, disponíveis aos mesmos regimes. Deste modo, a aceleração 0-100 km/h cumpre-se em 3,5 segundos e 3,4 segundos, respectivamente, estando a velocidade máxima limitada a 250 km/h (300 km/h para quem eleger o opcional AMG Driver’s Package). Isto apesar dos 1.875 kg de peso da versão “normal”, e dos 1.880 kg anunciados pela variante mais extrema.

As duas novas versões do Classe E estarão disponíveis para encomenda a partir de janeiro com as primeiras entregas agendadas para março de 2017.

Durante o primeiro ano, o Classe E desenvolvido pela AMG estará disponível numa edição limitada Edition 1, que se distingue por adicionar ao equipamento de série convencional a pintura exclusiva em preto magno, as listas laterais, as jantes de 20” em preto mate com aros brilhantes, o Night Package e os bancos desportivos, os apoios de braços nas portas, o volante e a consola central revestidos a pele preta com costuras amarelas.

scroll up