O novo Suzuki Swift vem revitalizar a marca nipónica

08 março 2017

Mantendo a tradição que lhe deu um espaço especial entre os pequenos carros citadinos, o Swift apresenta novos argumentos que são uma garantia para continuar o sucesso de um pequeno automóvel que projetou o nome da Suzuki num segmento de mercado muito procurado. Segundo a marca, esta é uma admirável evolução do DNA do Swift, que passa a exibir um estilo inovador, mas sem beliscar em nada todos os atributos que fizeram das anteriores gerações um carro que, apesar do tamanho, estimula os sentidos e é senhor de uma notável presença. Um pouco mais curto que a geração anterior, embora a distância entre eixos seja superior, o novo Swift oferece maior liberdade de movimentos no interior e exibe uma aparência mais baixa e larga.

Com sistemas de segurança específicos e avançados o novo Suzuki Swift está 120 kg mais leve, possui uma direção ativa e precisa e motorizações revigoradas que contribuem para um comportamento ágil e dinâmico, garantido excelentes consumos. A força e o carácter do Swift estão expressos na nova grelha frontal, mas também no toque desportivo do modelo, agora com puxadores das portas incorporados no pilar. Tecnologicamente evoluído, o novo Swift conta agora com um painel de instrumentos de elevadas dimensões e novo design, bancos bastante envolventes, um novo volante de design cativante que conseguem contribuir para uma harmonia ideal com as linhas exteriores que continuam a ser fiéis a um estilo que eternizou o Swift.

Com uma plataforma de nova geração, uma otimização do chassis e uma nova suspensão, o Swift continua a ser um automóvel que dá prazer em conduzir, utilizando uma linha de motores a gasolina que garantem economia e performance. O motor turbo de injeção direta de três cilindros e 1,0 litros oferece 111 cv de potência, transmitindo ao novo Swift a dinâmica necessária para uma utilização divertida mas segura. Também disponível com o motor a gasolina 1.2 Dualjet, o pequeno Swift garante não só um excelente e ágil desempenho na cidade, sendo também uma simpática aposta para viagens mais longas. No Salão de Genebra o pequeno Swift brilhou entre as grandes estrelas, garantido que será um excelente seguidor das anteriores gerações, agora com argumentos tecnológicos e dinâmicos bastante mais fortes.

scroll up