Os dois Civic da Honda

12 julho 2017

Faltavam motores a gasolina ao Honda Civic, um carro carregado de tradições e com um leque de clientes apaixonados pela marca, mas que se viam limitados a um já cansado bloco de 1,4 litros. Se o eficaz desportivo Civic Type R sempre foi um caso à parte, a escolha mais popular pelos Civic da Honda estava na realidade algo limitada em termos de opções. Agora, com a chegada da nova geração Civic, tudo está diferente para muito melhor.

A Honda concebeu o seu primeiro motor a gasolina de três cilindros e colocou-o à disposição do novo Civic. Com apenas 1,0 litros de cilindrada, 4 válvulas por cilindro, o novo bloco consegue debitar 129 cv, o que é na verdade fabuloso para um motor de baixa cilindrada. Este propulsor VTEC Turbo pode contar com caixa manual de seis velocidades ou automática CVT, embora o modelo ensaiado, com caixa manual de excelente trato, se  mostre à altura das exigências. Com uma velocidade máxima de 203 Km/h, o novo Civic 1.0 acelera dos 0 aos 100 km/h em menos de 11 segundos e oferece excelente compromisso, tanto em percursos urbanos como em estrada, embora não seja muito comedido em termos de consumo.

Para quem deseje outro tipo de comportamentos, ou até mesmo de emoções, o novo hatchback de cinco portas da Honda oferece uma motorização de 1,5 litros VTEC Turbo. Desta feita um gasolina de 4 cilindros, mas com 182 cv e um pisar em estrada totalmente diferente. O novo Civic com o bloco 1.5 atinge os 220 km/h e acelera dos 0 aos 100 km/h em 8,2 segundos, com os consumos a mostrarem-se pouco superiores à versão tricilindrica de 1,0 litros.

E para os apixonados pelas novas linhas do Honda Civic, que não deixam ninguém indiferente, tanto com a motorização 1.0 como com a 1.5, é preciso observar a dupla saída de escape centrada na traseira, para reconhecer que é aquela a versão mais potente. E porque obviamente os preços interessam sempre na altura de escolher, é bom que se saiba que a versão 1.0 VTEC Turbo está disponível entre os 23.300€ e os 31.030€, conforme o nível de equipamento, enquanto o mais potente 1.5 VTEC Turbo varia entre os 31.710€ e os 36.010€. Agora, é só uma questão de fazer contas, porque são duas excelentes opções.

scroll up