Porsche vai apostar forte na produção de elétricos

29 junho 2017

“A Porsche quer ser o fabricante automóvel mais rápido a executar o plano de viragem para o sector eléctrico e pretende que em 2023 metade do seu volume de vendas envolva carros elétricos” afirma Oliver Blume, CEO da Porsche.

E para dar início a essa ofensiva, a marca de Estugarda está confiante na versão de produção do Mission E concept com data de lançamento agendada para 2019. Além disso, o CEO da Porsche quer apostar “na redução do tempo de carregamento para 15 minutos, o que significaria uma grande melhoria em relação à atual realidade dos elétricos nesta matéria, algo que já tínhamos indicado ser um dos benefícios que o vencedor de Le Mans nos últimos três anos, o 919 Hybrid, traz para os modelos de produção”.

Mas para chegar aos 50% de vendas em 2023, a gama elétrica da Porsche precisa de mais oferta. Depois do lançamento do Mission E, em 2019, espera-se que a Porsche acrescente um crossover elétrico à sua frota. Existe a informação de que este carro vai chegar um ou dois anos depois do Misson E e que será construído na mesma fábrica, em Zuffenhausen.

Oliver Blume revelou ainda que a próxima geração do Macan chega em 2022, e embora ainda não esteja nada decidido, o CEO da Porsche sugeriu que a motorização do crossover poderá vir a ser exclusivamente eléctrica. Uma arma de peso para atingir a marca dos 50%, caso os responsáveis da Porsche mantenham a produção do Macan nas 95 mil unidades anuais.

scroll up