Renault Cacia distinguida pela qualidade

20 outubro 2016

Qualidade/prazo e performance global foram os critérios que estiveram na origem da distinção atribuída este ano à Renault Cacia na produção de caixas de velocidades. Recorde-se que há uns meses foi o Grupo Renault que atribuiu reconhecimento idêntico àquela unidade fabril, uma das maiores exportadoras nacionais de componentes para os automóveis Renault e Nissan vendidos no mundo.

As duas distinções conquistadas, este ano, confirmam o “know-how”, a competência e o desenvolvimento tecnológico daquela unidade em que mais de 70% do seu volume de negócios diz respeito à produção de caixas de velocidades. No entanto, a Renault Cacia também produz diversos componentes para motores a gasolina, bombas de óleo (do qual é o maior fornecedor de todo o Grupo Renault), árvores de equilibragem e outros componentes.

Com um volume de negócios, em 2015, de 280,6 milhões de euros – um crescimento de 7% em relação a 2014 –, a Renault Cacia exporta para 14 países, distribuídos por quatro continentes: África do Sul, Argentina, Brasil, Espanha, França, Grã-Bretanha, Índia, Irão, Marrocos, Roménia, Rússia, Tailândia e Turquia.

Números que confirmam a importância da Renault Cacia para a economia nacional. Uma fábrica que exporta cem por cento do que produz e que, mesmo com a conjuntura económica desfavorável, nunca deixou de aumentar a produção, de criar emprego e de fazer importantes investimentos.

scroll up