Renault cria o maior reservatório europeu de baterias

27 setembro 2018

O Grupo Renault anuncia o lançamento do projeto «Advanced Battery Storage» que tem por objetivo construir, até 2020, o maior dispositivo alguma vez concebido na Europa, a partir de baterias de veículos elétricos (potência: 70 MW / energia: 60MWh). Instalado em vários locais em França e na Alemanha, este armazenamento vai facilitar a integração de energias renováveis nas redes elétricas.

No futuro, este dispositivo será capaz de armazenar pelo menos 60 MWh, o que o tornará no maior do género em toda a Europa. As primeiras instalações serão realizadas no início de 2019, em três zonas: nas fábricas da Renault de Douai e Cléon (ambas em França) e numa antiga fábrica de carvão na Renânia do Norte Westphalia (Alemanha). A capacidade de armazenamento será, progressivamente, aumentada até incluir 2.000 baterias de automóveis elétricos, onde atingirá – mas provavelmente ultrapassará – o valor de 60 MWh, o equivalente ao consumo diário de uma cidade com 5.000 lares.

O objetivo deste dispositivo é gerir as diferenças entre o consumo e a capacidade de produção de eletricidade num determinado instante, de forma a aumentar a quota das energias renováveis no mix energético, através da manutenção do equilíbrio entre a oferta e a procura da rede elétrica, quando as diferentes fontes de produção não têm capacidades constantes.

Qualquer desvio entre o consumo e a capacidade de produção pode comprometer a estabilidade da frequência da eletricidade doméstica (50 Hz). Através da sua contribuição ao equilíbrio da rede, o armazenamento estacionário permite reforçar a atratividade económica da produção energética, através de fontes com baixas emissões de carbono.

scroll up