Rever o Rally de Portugal em cinco episódios

10 abril 2017

São cinco décadas recheadas de adrenalina, história e emoções e o Automóvel Club de Portugal, como organizador da prova desde sempre, não poderia deixar de assinalar tal efeméride.

É por isso que, a partir desta sexta-feira e até 12 de maio, o Autoclube Jornal emite cinco documentários que contém os principais momentos que relatam a história de meio século de Rally de Portugal, que já percorreu troços de Norte a Sul do País. E as personagens principais são algumas das viaturas mais relevantes da prova. Há dois carros italianos a liderar a lista de vitórias: Lancia Delta Integrale e Fiat 131 Abarth, cada um deles com quatro triunfos. 

Sexta-feira, dia 14 de abril, é destacada a primeira década de um rali que remonta a 1967, ano em que o vencedor foi um português, José Carpinteiro Albino, num Renault 8 Gordini (na foto). Mas o Renault Alpine A110 e o Fiat 124 Abarth foram os mais vitoriosos, com a curiosidade de serem dois modelos que foram reeditados pelas marcas recentemente. 

Dia 21 de abril é relembrada a década de 1977 a 1986, período em que se destacou o Fiat 131 Abarth, mas também apanha a época dos "monstros" do grupo B, onde o Audi Quattro, o primeiro tração integral a vencer provas do mundial, começou por ser "rei", sendo precisamente o carro com que Michèle Mouton ganhou a edição de 1982, única mulher a inscrever o seu nome no palmarés da prova. Assinale-se também uma vitória para o Peugeot 205 Turbo 16, que apesar de um período de domínio mundial, só teve um triunfo em Portugal, pelas mãos de Timo Salonen.

Dia 28 de abril segue-se a década que vai de 1987 a 1996, aqui já com os míticos Lancia Delta Integrale a mostrarem todo o seu domínio, com vitórias nas edições de 1988, 89, 90 e 1992, embora o Toyota Corolla se começasse a intrometer, com vitórias nos anos de 1991, 94 e 96. 

A 5 de maio relata-se o período que vai de 1997 a 2006. Foi nesta altura que Mitsubishi e Subaru disputaram as vitórias em provas do mundial de ralis, um predomínio que também se refletiu em Portugal, de forma bastante equilibrada: o Misubishi Lancer Evo triunfou em três provas, tantas quantas as que o Subaru Impreza conquistou por cá. 

Finalmente, a 12 de maio são recordados os dez últimos anos da prova, de 2007 a 2016. Nesta fase, as vitórias ficaram divididas entre a Citroën e a Volkswagen, havendo até um piloto que registou vitórias com estas marcas: o atual campeão do mundo Sebastien Ogier. Recorde-se que este é o único piloto que poderá igualar o recorde de cinco vitórias de Marku Alen, que remonta a 1987. 

scroll up