Tecnologia híbrida estimula o futuro

26 outubro 2017

Pioneira na tecnologia híbrida, a Toyota apresenta na sua vasta gama diversas soluções para encarar os próximos anos com otimismo em relação a um mundo menos poluído. O primeiro veículo híbrido produzido em série pela marca nipónica surgiu em 1997, depois de diversos ensaios de desenvolvimento, que começaram precisamente nos anos 70 com o primeiro híbrido da Toyota, o pequeno desportivo Sports 800. A partir daí as propostas híbridas não mais pararam, tendo inclusivamente sido marcantes para a Lexus, a marca Premium da Toyota.

O “Programa 21” da Toyota pretende preparar o presente século para uma ligação perfeita com o meio ambiente. As tecnologias híbridas são aperfeiçoadas para uma conjugação perfeita entre o propulsor a combustão e o motor elétrico. Neste momento a Toyota conta com 8 modelos híbridos, entre eles o Prius, um pioneiro na tecnologia Plug-in, que se assume como um líder em eficiência, apontando para consumos de gasolina cada vez mais baixos, bem como as emissões de CO2. Neste momento a marca afirma ter um veículo híbrido para cada necessidade.

E se ao apreciar as quatro gerações do Toyota Prius, se notam fantásticas evoluções entre 2003 e o presente, de realçar uma das mais recentes criações da marca, o Mirai, o primeiro Fuel Cell de produção em série, que não pode ser comercializado em Portugal, devido à ausência de postos de abastecimento de hidrogénio, necessário para abastecer a pilha de combustível, um processo que se realiza entre três a cinco minutos. Mirai, que significa futuro em japonês, é o menos poluente automóvel da Toyota que já está em comercialização em alguns países europeus.

Nesta convicção, de que a tecnologia híbrida é na realidade uma solução transitória para um futuro que irá contar por certo só com motorizações totalmente elétricas, a Toyota e a Lexus vão marcando pontos importantes no mercado europeu, pois cerca de 85% dos híbridos vendidos ostentam emblemas das duas marcas do grupo. Aproveitando as boas influências e diferentes alterações técnicas efetuadas pela Toyota, a sua marca Premium Lexus, tem apostado em importantes vertentes como o luxo, mas também o fator desportivo para lançar modelos onde o design e tecnologias de vanguarda são notórias.

Uma marca de luxo e lifestyle nasceu em 1989 como uma proposta Premium da Toyota. Excelência, inovação tecnológica e design muito arrojado caracterizam os anos de vida da Lexus que neste momento conta com 7 modelos híbridos, estando a caminho o novíssimo LS+ já aqui apresentado como concept para o salão de Tóquio. Entre todos os modelos sofisticados e apoiados em tecnologia híbridas, o mais marcante poderá mesmo ter sido o RX 450 h, o 1º SUV híbrido do mundo, enquanto a mais recente 4ª geração foi apresentada em 2015 na cidade de Lisboa.

Audácia é uma palavra comum à Lexus que, transformou num automóvel real o seu Concept LC, com o coupé de luxo topo de gama a tornar-se uma realidade em 2017 e que representa uma nova era para a marca. A Lexus desenvolveu o sistema híbrido multi-stage para o LC 500 h, uma tecnologia avançada, pensada especificamente para veículos de altas performances. A versão híbrida do LC, o 500 h, conta com um motor V6 a gasolina de 3,5 litros apoiado em dois motores elétricos e no sistema híbrido multi-stage. Em comparação, e por curiosidade, a versão não híbrida do LC assenta num motor V8 de 5,0 litros, mas custa em Portugal mais 37.000€ que o LC 500h, com preços a partir dos 120.000€.

scroll up