Toyota oferece tecnologia elétrica a toda a gente

03 abril 2019

A Toyota anunciou que vai conceder licenças isentas de royalties de 24.000 das suas patentes, (incluindo alguns pedidos pendentes) para tecnologias relacionadas com a eletrificação de veículos. Além disso, a Toyota vai fornecer apoio técnico a outros fabricantes que pretendam desenvolver e vender veículos eletrificados com motores, baterias, unidades de controlo e outras tecnologias de sistemas de eletrificação de veículos da Toyota, como parte integrante dos seus veículos.

Ao conceder patentes livres de royalties e fornecer suporte técnico dos seus sistemas de eletrificação de veículos, a Toyota pretende ajudar a promover o uso massificado de veículos eletrificados e, ao fazê-lo, ajudar governos, fabricantes automóveis e a sociedade em geral a alcançar metas relacionadas com as alterações climáticas.

"Com base no grande volume de consultas que recebemos sobre nossos sistemas de eletrificação de veículos, de empresas que reconhecem a necessidade de popularizar tecnologias de veículos eletrificados com a tecnologia híbrida e outros sistemas, acreditamos que chegou a hora de cooperação", disse o Vice-presidente executivo da Toyota Motor Corporation, Shigeki Terashi. "Se o número de veículos eletrificados acelerar significativamente nos próximos 10 anos, os híbridos serão a norma, e esperamos desempenhar um papel importante no apoio a esse processo".

As patentes livres de royalties são relativas a tecnologias avançadas encontradas em veículos eletrificados da marca Toyota e Lexus, particularmente aquelas usadas em veículos eletrificados com a tecnologia híbrida (HEV) que ajudaram a Toyota a alcançar um superior desempenho, tamanho reduzido e redução de custos. Mais especificamente, as patentes incluídas são para componentes e sistemas, como motores elétricos, unidades de controlo de potência (PCUs) e controladores do sistema. São tecnologias essenciais, que podem ser aplicadas ao desenvolvimento de vários tipos de veículos eletrificados, incluindo HEVs, veículos eletrificados com a tecnologia híbrida plug-in (PHEV) e veículos elétricos a pilha de combustível (FCEV).

No total, a Toyota irá oferecer aproximadamente 23.740 patentes concedidas ao longo de mais de 20 anos no desenvolvimento de tecnologia de veículos eletrificados. O período de concessão começará agora e durará até ao final de 2030. Os contratos para as concessões podem ser emitidos entrando em contato com a Toyota e discutindo termos e condições específicas de licenciamento.

A Toyota já oferece 5.680 patentes relacionadas com veículos elétricos a célula de combustível (FCEV) desde janeiro de 2015. Agora, a Toyota adiciona aproximadamente 2.590 patentes relacionadas com motores elétricos, 2.020 patentes relacionadas com PCUs, 7.550 patentes relacionadas com controladores do sistema e 1.320 patentes da transmissão híbrida, 2.200 patentes de carregadores e 2.380 patentes de pilha de combustível (elevando o total de patentes relacionadas com a pilha de combustível para 8.060).

Quanto ao suporte técnico que a Toyota irá disponibilizar baseado em taxas, os detalhes específicos incluem o fornecimento de visões gerais dos sistemas de eletrificação de veículos, guias de controlo e explicações detalhadas dos guias de ajuste para veículos que irão utilizar os sistemas da marca. A orientação que a Toyota irá fornecer, por exemplo, inclui ajudar outros fabricantes de automóveis a alcançar um elevado nível de desempenho do produto em termos de eficiência de combustível, produção e silêncio, adequados aos veículos que estão a desenvolver. Os serviços serão baseados em contratos e mais detalhes serão fornecidos às partes interessadas.

Ao oferecer patentes livres de royalties e suporte técnico para veículos eletrificados, a marca acredita que existe um grande oportunidade para incentivar o desenvolvimento e a introdução no mercado de veículos eletrificados em todo o mundo, algo que há muito considera uma questão de gestão prioritária baseada na sua forte crença de que os veículos amigos do ambiente só contribuirão para a luta contra as alterações climáticas se forem amplamente utilizados através da redução das emissões de CO2.

scroll up