UE regista aumento nas vendas de veículos ligeiros

15 fevereiro 2018

A procura por ligeiros de passageiros na União Europeia cresceu 7,1% em janeiro, na comparação homóloga, face a um efeito positivo do calendário, informou hoje a Associação Europeia de Construtores de Automóveis (ACEA).

No primeiro mês do ano foram registadas 1.253.877 unidades, segundo comunicado da ACEA, que referiu as maiores subidas de vendas em janeiro na Roménia (+66,4% para 11.744 unidades), na Eslováquia (+48,8% para 8.050) e Hungria (+38,5% para 8.891).

Portugal teve uma descida de 2,8% para um total de 14.603 unidades, integrando assim o grupo de cinco países que assinalaram decréscimos: Chipre (-3,5% para 1.200 unidades), Irlanda (-4,9% para 37.075), Suécia (-1,3% para 22.980) e Reino Unido (-6,3% para 163.615).

O Reino Unido viu, no primeiro mês do ano, as vendas descerem pelo décimo mês consecutivo, contra os crescimentos verificados em Espanha (+20,3% para 101.661 unidades), Alemanha (+11,6% para 269.429 unidades), Itália (+3,4% para 177.822) e França (+2,5% para 156.846).

Por construtor, na UE o grupo Volkswagen registou mais 9,2% de vendas de viaturas para 308.353 unidades, o Grupo PSA (Peugeot/Citroen/DS/Opel e Vauxahall) mais 73,4% (207.984 unidades), a aliança Renault-Nissan-Mitsubishi subiu 9,5% (116.559) e o Grupo FCA (Fiat/Jeep/Alfa Romeo/Lancia/Chrysler) mais 1% (83.547).

A ACEA referiu ainda o crescimento da Ford (+2,1% para 83.401 de vendas), da BMW Group (+5,5% para 73.198), da Daimler (+3% para 72.119), do grupo Toyota (+9,6% para 66.156), da Hyundai (+14,4% para 44.108), da Kia (+5,4% para 36.633), da Volvo (+5,2% para 20.838) e da Honda (+0,5% para 11.372).

A descer estiveram a Nissan (-1,4% para 42.046) e o grupo Jaguar Land Rover (-6,4% para 15.096) e GM (-99,8% para 175).

scroll up