Um em cada dez utiliza o telemóvel a conduzir

24 agosto 2017

No concelho de Lisboa, um em cada dez automobilistas usa o telemóvel durante a condução, com 7,7% a utilizá-lo em movimento e 13,7% a utilizá-lo quando param num semáforo, conclui um estudo da Prevenção Rodoviária Portuguesa (PRP).

Dependência que é ainda mais acentuada quando se deslocam sozinhos no automóvel (mais de 2/3 do total) com taxas de utilização cinco vezes maiores do que os que se deslocam acompanhados, quando em andamento, e quase quatro vezes mais quando estão parados nos semáforos.

É entre os mais jovens que se verificam as elevadas taxas de utilização do telemóvel durante a condução, sobretudo a consultar o telemóvel (situação mais grave) e a falar com o telemóvel na mão. Os que menos utilizam este equipamento em todas as situações são os automobilistas seniores, com mais de 60 anos.

Também são as condutoras quem mais usa o telemóvel enquanto estão ao volante, quer com o telemóvel na mão, quer com recurso ao sistema mãos-livres.

De uma forma geral, os resultados do estudo mostram que 7,7% dos condutores em movimento estavam a utilizar o telemóvel, 3,3% a falar em alta voz/a usar auriculares, 2,7% a consultar o telemóvel (a ler/escrever mensagens/emails, consultar a internet/redes sociais) e 1,8% a falar ao telemóvel na mão.

scroll up