Veículos autónomos confundem automobilistas

24 outubro 2018

Mais de 70% dos automobilistas acreditam que já é possível comprar um carro que possa guiar-se sozinho, revela uma sondagem do Euro NCAP e do Global NCAP. A par deste inquérito, arrancaram os primeiros testes do Euro NCAP às tecnologias de condução semi-autónoma já presente em vários modelos.

Com estes dados, constata-se que há uma confusão significativa entre os automobilistas entre os conceitos de condução autónoma e semi-autónoma.

O Euro NCAP testou o desempenho comparativo dos chamados sistemas Assistentes de Autoestrada em dez carros: Audi A6, BMW Série 5, DS 7 Crossback, Ford Focus, Hyundai NEXO, Mercedes-Benz classe C, Nissan LEAF, Tesla S, Toyota Corolla e Volvo V60. Estes sistemas combinam a tecnologia de cruise control adaptativo, assistência à faixa de rodagem, Programador de Velocidade inteligente para apoiar o condutor em situações de condução em autoestradas.

Para o Secretário Geral do Euro NCAP, Michiel van Ratingen, “a mensagem do Euro NCAP a partir destes testes é clara – os automóveis, mesmo os trazem sistemas avançados de assistência à condução precisam sempre de um condutor vigilante e atento. É imperativo que os sistemas de segurança passiva e ativa de última geração permaneçam disponíveis em segundo plano como um backup de segurança vital”.

Testes dão 5 estrelas a quatro modelos

Nos testes tradicionais, Hyundai NEXO, Mercedes-Benz Classe A, Mazda 6 e Lexus ES conquistaram pontuação máxima. Já a Peugeot Rifter, Citroen Berlingo e Opel Combo ficaram-se pelas quatro estrelas.

Nas quatro categorias que constam do atual programa de avaliação da Euro NCAP – Proteção de Ocupantes Adultos, Proteção de Ocupantes Crianças, Utilizadores Vulneráveis da Estrada (segurança de peões) e Sistemas de Assistência à condução – foram os seguintes os resultados:

Hyundai NEXO

O SUV do fabricante sul-coreano foi o primeiro modelo a hidrogénio a ser testado pelo Euro NCAP, tendo obtido a pontuação máxima de cinco estrelas, segundo as mais recentes normas de avaliação implementadas por aquele organismo, tendo sido no nível de proteção de ocupantes adultos aquele em que melhor se saiu ao alcançar 94%. A proteção dos mais novos dentro do habitáculo situou-se nos 87%, mais sete pontos percentuais no que respeita à classificação atribuída aos Sistemas de Assistência de Segurança (80%). O nível de segurança de peões que este SUV da Hyundai oferece não ultrapassou os 67%.

Visto como uma boa solução de mobilidade elétrica com base na célula de combustível a hidrogénio, com a vantagem de produzir a bordo a sua própria eletricidade sem recurso à rede e consumo de energia, Michiel van Ratingen, Secretário Geral da Euro NCAP aponta esta alternativa como “o caminho para os futuros motores e o Euro NCAP trabalhará para garantir que o desempenho ao nível da segurança e eficiência energética permaneçam no topo da agenda dos fabricantes”.

Mercedes-Benz Classe A

Com uma média de resultados superior, o pequeno familiar da marca da estrela também se saiu bem nos testes a que foi submetido, tendo conquistado 96% na proteção dos adultos, 91% na proteção das crianças, 92% no nível de segurança dos peões e 75% nos sistemas de assistência de segurança.

Mazda 6

Trata-se do primeiro Mazda a obter uma classificação geral de 5 estrelas Euro NCAP. Na pontuação atribuída à proteção de ocupantes adultos, a nova geração do Mazda 6 conquistou 95% e na proteção de crianças 91%. Quanto à segurança de peões, o modelo alcançou um meritório resultado de 66%. Os sistemas de assistência de segurança subiram mais na escala das classificações, situando-se nos 73%.

“Este é um conjunto satisfatório de resultados de testes sólidos e estamos satisfeitos que os carros continuem a ter um bom desempenho nos testes da Assistência de Segurança, inclusive para pedestres e ciclistas. É muito bem-vindo ver os fabricantes subindo para o desafio da Euro NCAP de proteção eficaz e eficaz ao usuário da estrada ” afirmou Michiel van Ratingen, a propósito das classificações obtidas por estes dois modelos.

Lexus ES

Depois de seis gerações de sucesso e anunciado pela marca como o mais seguro do que nunca, o novo Lexus ES conseguiu a sua melhor classificação na proteção dos ocupantes adultos com 91%, seguindo-se o nível de segurança de peões com 90%. A proteção das crianças dentro do veículo ficou-se pelos 87% e, por último, 77% para os sistemas de assistência de segurança.

Peugeot Rifter, Citroën Berlingo e Opel Combo

Os MPV de Mangualde produzidos pelo Groupe PSA, também foram postos à prova nos mais recentes testes da Euro NCAP. Apesar de terem revelado uma boa solidez geral nos testes de colisão, os três modelos ficaram-se pelas quatro estrelas. Este resultado pode ser explicado pelo funcionamento dos sistemas de segurança ativa. Por exemplo, o sistema de travagem de emergência demonstrou dificuldades em detetar peões de noite ou ciclistas e mostrou não ser capaz de parar o carro quando este circula a velocidades mais elevadas.

Todos eles obtiveram as mesmas classificações nas quatro categorias – Proteção de Ocupantes Adultos (91%); Proteção de Ocupantes Crianças (81%); Utilizadores Vulneráveis da Estrada (58%) e Sistemas de Assistência de Segurança (68%).

scroll up