Buick Streamliner: o carro que contrariou o seu tempo

11 agosto 2017

O Buick Special Streamliner foi um dos projetos mais inovadores no seu tempo desde logo por contrariar o estilo que dominava o design dos automóveis americanos: cromados excessivos e barbatanas traseiras. Este carro que foi concebido pelo engenheiro mecânico Norman Timbs, exibia curvas longas e formas minimalistas, com fluidez de linhas e ausência de portas.

Construído em 1948, foi depois adquirido no início da década de 50  por um oficial da força aérea norte-americana, da Califórnia, para anos depois ter ficado esquecido e abandonado no deserto até ser descoberto em 2002.

Com a carroçaria praticamente intacta, este Buick foi a leilão e arrematado por um casal californiano que o submeteu a um apurado restauro feito por Dave Crouse da Custom Inc., em Loveland, no Colorado. O clássico reapareceu no Amelia Island Concours d´Elegance de 2010, tendo vencido na categoria de Melhor Carro Aberto.

Carro único no mundo

Tão visionário quanto o seu criador, o Buick Streamliner contava com um chassis trabalhado à mão, utilizando tubos usados na indústria aeronáutica, e a carroçaria em alumínio também foi moldada à mão num trabalho de Emil Diedt. Os elementos mecânicos como os travões e a direção foram retirados de um Mercury, a suspensão de um Ford de 1947 (adaptada) e o motor veio de um Buick V8, de 1948, que alojado na traseira, permitia potência suficiente para que o carro atingisse 200 km/h de velocidade máxima.

Este Buick tão diferente daquilo que se fazia na época em matéria design automóvel foi concebido para uso pessoal de Norman Timbs, ele próprio apreciador de originalidade e inovação. O engenheiro mecânico começou por estar associado ao famoso Preston Tucker, dono da Tucker Automobiles e inventor do Tucker 48 Sedan (também conhecido como Tucker Torpedo). Mais tarde Timbs focou-se na construção de Specials, para as corridas em Indianápolis, o que lhe valeu vários prémios na IndyCar.

Bólides inspiradores

Os famosos desportivos que correram nos GP alemães, na década de 30, e que chegavam a atingir velocidades próximas dos 400 km/h, inspiraram o talentoso Norman Timbs para desenhar o seu Buick Streamliner. O Auto Union e o Mercedes W25 são disso exemplo.

Auto Union Type C, de 1937

Mercedes-Benz W25, de 1937

scroll up