José Abreu Valente foi homenageado pelo ACP

18 novembro 2016

O ACP homenageou esta sexta-feira José Abreu Valente, um dos nomes mais importantes do desporto automóvel nacional da década de 50, numa cerimónia que contou com a apresentação do livro “José Abreu Valente e o Porsche 356. Uma dupla de sucesso” de autoria de José Barros Rodrigues.

A obra que foca exclusivamente a carreira do piloto ao volante do Porsche 356, retrata as suas inúmeras vitórias absolutas em ralis, que eram a sua especialidade, numa aventura que começou e acabou em provas de velocidade. A prova de estreia foi o circuito de Monsanto em 1954 e a sua corrida final, o Gran Premio Nacional de Espana disputado no circuito de Barajas, em 1957.

“Aventurei-me nas corridas porque sempre gostei de automóveis. E como sentia que tinha uma certa habilidade para isto podia, assim, cultivá-la. A primeira prova em que participei foi no circuito da Parada de Cascais que terminei com bom resultado”, referiu Abreu Valente a propósito da sua estreia no desporto automóvel.

Sócio do ACP nº 34, José Abreu Valente associou-se ao clube em abril de 1945. Este piloto e engenheiro agrónomo, não hesitou em fazer-se sócio logo que tirou a carta porque “já nessa época o ACP afirmava-se como uma instituição muito útil aos automobilistas”.

scroll up