O pequeno citadino que conquistou Itália no pós-Guerra

09 março 2017

Desenhado por Dante Giacosa, o Fiat 600 foi apresentado a 9 de março de 1955 no Salão de Genebra conquistando desde logo grande sucesso como pequeno citadino pelas suas dimensões reduzidas que facilitavam o estacionamento em qualquer lugar, economia de consumos e espaço interior interessante. O preço, competitivo, era outra das mais valias deste modelo.

Concebido numa época em que a aposta dos contrutores se virava para os automóveis pequenos, com baixos custos de fabrico, a preços acessíveis e o mínimo de manutenção, o pequeno 600 arrancou com uma produção inicial de 2.000 unidades, entre 1955 e fevereiro de 1957, numa primeira geração, evoluindo depois ao longo dos anos seguintes até 1969, o último ano em que constava no catálogo da marca.

Ao longo da sua produção, o Fiat 600 contou com várias motorizações, desde sempre montadas na parte traseira do veículo, tendo iniciado com o novo motor de 633 cc e 28 cv de potência, que podia chegar aos 106 km/h.

scroll up