Raid Figueira da Foz-Lisboa regressa em outubro

14 agosto 2017

O Raid Figueira da Foz – Lisboa, a prova automobilística mais antiga da Península Ibérica, que se realizou em 1902, volta à estrada nos dias 20 e 21 de outubro de 2017.

Vocacionada para viaturas construídas até 31 de dezembro de 1939, e repetindo o traçado inicial da primeira edição, o Raid Figueira da Foz – Lisboa tem grande significado para o automobilismo nacional. Por essa razão e pela vontade das várias entidades ligadas ao automóvel se associarem a um evento emblemático como este, a edição deste ano resulta de uma organização conjunta entre o ACP Clássicos, Clube Português de Automóveis Antigos, Associação dos Clubes de Automóveis Antigos do Norte, Museu do Automóvel de Vila Nova de Famalicão e Museu do Caramulo.

A corrida que deu origem ao ACP

O Raid Figueira da Foz-Lisboa nasceu da ação de um grupo de entusiastas que nos primórdios via mais o automóvel como um objeto de desporto e lazer do que aquilo que veio a ser, quando foi massificado.

Desse modo, a 6 de setembro de 1902, na redação do jornal A Época, se reuniram o seu diretor, Zeferino Cândido, e um grupo de pioneiros do automóvel entre os quais Carlos Callixto, Anselmo de Sousa, Eduardo Noronha ou Henrique Anacoreta, com a intenção “de estudar os meios de desenvolver o automobilismo em Portugal, dada a importância que este género de desporto tem adquirido ultimamente em todas as nações cultas”. Também se associaram diversas personalidades influentes na sociedade portuguesa encabeçadas pelo Infante D. Afonso de Bragança, ele próprio um apaixonado pelo automobilismo.

Da reunião saiu a vontade de se fundar um clube mas antes foi decidido fazer uma corrida de automóveis em estrada. Nomeou-se  uma comissão executiva para “realizar uma grande corrida de automóveis no outono de 1902 entre a Figueira da Foz e Lisboa (Campo Grande)”.

A 5 de outubro de 1902 foi publicado o regulamento de uma prova que seria de velocidade em que ganhava quem chegasse primeiro. As inscrições encerraram no dia 20 e a primeira corrida de automóveis da Península Ibérica ia realizar-se a 27 de outubro. Concorreram nove automóveis (dois a vapor e sete a gasolina) mais cinco motociclos.

Venceu um Fiat do Infante D. Afonso, irmão do Rei D. Carlos, que foi conduzido pelo motorista italiano Bordino. Em segundo lugar ficou um Darraq, conduzido por Afonso de Barros. A corrida teve um enorme êxito, sendo amplamente divulgada pela Comunicação Social da época. O próprio povo aderiu em massa ao percurso da prova para ver os automóveis que já atingiam velocidades nunca antes vistas e contavam com alguma fiabilidade, pois um número considerável chegou a Lisboa depois de percorrer 270 km por estradas poeirentas, de mau piso e não sinalizadas.

O curto espaço de tempo entre a reunião de setembro e a realização do raid em finais de outubro, não foi problema para aquele grupo de pessoas  focado em atingir o seu objetivo: criar o quanto antes um clube automóvel em Portugal. E assim, a comissão se encaminhou para a concretização do seu sonho propondo, no seu último relatório, “que o remanescente da importância das taxas de inscrição seja aplicado às despesas da fundação do ACP”.

A 15 de abril de 1903 nasce o então Real Automóvel Club de Portugal, tendo como Presidente honorário o Rei D. Carlos e como Presidente da Mesa da Assembleia Geral o Infante D. Afonso. Os 35 membros dos corpos sociais foram os que fizeram parte das comissões que estiveram na origem da fundação do clube.

Organizadores querem a melhor prova dos últimos anos

Apesar da longa existência, o Raid Figueira da Foz-Lisboa só voltou a ser realizado em 1982 para comemorar os seus 80 anos e em 2002 para assinalar os 100 anos, altura em que voltou a conquistar grande notoriedade. A partir daí, tem sido realizado anualmente.

Nesta edição, as entidades envolvidas querem manter elevada a fasquia do evento e apelam a todos os colecionadores e entusiastas que tenham veículos elegíveis para participar que se juntem à prova, para fazerem desta “o maior Figueira da Foz – Lisboa dos últimos anos”, mantendo assim o espírito da primeira prova de 1902 vivo. A Ficha de Inscrição da prova pode ser acedida a partir deste link.

Programa:

 Sexta-feira, 20 de outubro

18h00 – Concentração no Hotel na Figueira da Foz (a designar)

20h30 – Jantar na Figueira da Foz

Sábado, 21 de outubro

07h00 – Partida do Raid Figueira da Foz – Lisboa

11h00 – Paragem para café em S. Pedro de Moel

13h00 – Almoço nas Caldas da Rainha

16h30 – Chegada a Lisboa

19h30 – Jantar de encerramento em Lisboa

scroll up