Clássicos

Espalhados pelo mundo, são dez os museus de automóveis que merecem visita obrigatória.

Rara oportunidade de adquirir um carro incontornável da história do automóvel e do cinema surge hoje no Goodwood Festival.

Um dos mais importantes acontecimentos do mundo dos clássicos volta a animar a cidade de Le Mans, em julho.

Não é de hoje a incursão da Škoda pelos SUV. Vem de há meio século e do outro lado do mundo.

Compacto, com bom espaço interior e divertido de conduzir, o 440 foi o primeiro da família Volvo a trazer tração dianteira.

Josef Juza dedicou toda a sua vida aos modelos Golf até reunir a mais impressionante coleção privada do mundo.

Um rigoroso trabalho de restauro manteve a essência do modelo, mas introduziu pormenores que o tornaram mais moderno.

Este conjunto de peças é um autêntico achado e está a fazer delirar colecionadores. Vale mais de um milhão de euros. 

Em ano que se assinala meio século sobre a rebelião dos estudantes franceses olhamos para os carros nascidos em 1968.

A recuperação foi feita ao pormenor, incluindo a patine da tinta do carro. Hoje é uma peça de museu para ser apreciada.

scroll up