Afinal havia outro e a Porsche volta a vencer em Le Mans

18 junho 2017

 Começou por dar tudo Toyota em Le Mans, mas o infortúnio voltou a bater à porta da marca nipónica. Primeiro foi o Porsche nº 1 que tomou conta dos destinos da corrida, mas a quatro horas do fim, um problema no motor do 919 Hybrid deixou um heroico LMP2 no comando, com o Oreca da Jackie Chan Racing a fazer acreditar que poderia chegar à vitória. Mas afinal havia outro Porsche, precisamente o nº 2 que, teve uma coleção de problemas no inicio da corrida, que o obrigou a uma paragem na boxe superior a uma hora, mas que com uma recuperação fabulosa deu à Porsche a 3ª vitória consecutiva, quando com Timo Bernard aos comandos, tomou conta dos destinos da corrida, até à bandeira de xadrez final.

Mas se esta vitória da Porsche também vai ficar na história de Le Mans, fica gravada a ouro a exibição do Oreca nº 38, que para além de vencer a categoria LMP2, esteve a um passo de vencer à geral, ficando apenas a uma volta do primeiro lugar e deixando outro Oreca, o nº 13 com Nelson Piquet Jr. ao volante no 3º lugar, o que não deixa de ser interessante tendo em conta que dois carros da categoria LMP2 ocupam o 2º e 3º lugar do pódio. Timo Bernhard cortou a meta com lágrimas nos olhos, festejando com Earl Bamber e Brendon Hartley, uma vitória que no principio da prova parecia não estar nos planos da equipa. O único Toyota TS050 que terminou a prova ficou no 9º lugar da classificação geral.

Uma luta fantástica tomou conta da categoria GTE Pro, com um duelo ao segundo que só terminou na última volta, quando o Chevrolet Corvette nº 63 que estava no comando cometeu um erro e entregou a vitória ao Aston Martin Vintage nº 97, tripulado por Jonathan Adam que chegou ao 18º lugar da geral, segundos à frente do Ford GT nº 67 com Harry Tincknell ao volante, que devido ao erro de Jordan Taylor deixou o Chevrolet Corvette no 3º lugar da categoria GTE pro. Uns lugares mais abaixo na classificação geral, ficou o Ferrari 488 nº 84, que com Dries Vanthoor ao volante, foi o vencedor da categoria GTE Am.

Em relação a portugueses, o melhor foi Filipe Albuquerque que conseguiu o 6º lugar da geral e o 5º na categoria LMP2. Pedro Lamy foi o 8º classificado na sua categoria e o 37º da geral. Quanto a Àlvaro Parente, registou o 11º lugar da categoria.

scroll up