Luta pela liderança ao rubro na Sardenha

09 junho 2017

O Rally Itália Sardenha, sétima prova do Campeonato do Mundo de Ralis, está a revelar-se absolutamente emocionante e deixa antever luta pelo triunfo até ao cair do pano.

Thierry Neuville entrou ao ataque ao levar de vencida os 2 km da SS1, Ittiri Arena Show, mas seria sol de pouca dura para o piloto do Hyundai i20 Coupé WRC. O segundo dia de competição começou com Kris Meeke a marcar o ritmo com o Citroën C3 WRC, passando para o comando da prova. Contudo, também ele ficaria por pouco tempo na primeira posição, com Juho Hanninen a superar os rivais na SS3 e a colocar o Toyota Yaris WRC na frente da classificação. Era terceiro construtor diferente a liderar a prova insular, mas as mudanças não se ficariam por aí.

Na quarta especial, Tula 1, nova mudança de líder, com Meeke a recuperar uma posição que já tinha sido sua. Mas, uma vez mais, seria por pouco tempo. Um erro e consequente toque na quinta classificativa atirou o britânico para o final da classificação e acabaria mesmo por levar à desistência na SS6 dada a extensão dos danos provocados no C3. Quem acabou por beneficiar foi o kiwi. Paddon assumia a primeira posição e tornava-se no quarto líder diferente da prova, posição que manteve até ao final do dia, mas sempre com margem muito curta sobre os rivais.

Hanninen foi quem ofereceu mais luta ao neozelandês, mas um acidente na última classificativa do dia atirou-o para o sexto posto. Azares de uns, sorte de outros, e Neuville viu-se promovido à segunda posição a apenas 8,2s do colega de equipa. Logo atrás, e sem dar espaço ao belga para respirar, está Ott Tänak. O piloto do Ford Fiesta WRC ’17 levou a cabo uma etapa de altos e baixos, oscilando entre o segundo e o nono postos, mas chegou ao final do dia de hoje em terceiro e apenas a 1,3s do intermédio do pódio. Também a menos de dez segundos da frente está Jari-Matti Latvala. O finlandês do Toyota Yaris WRC é o melhor representante do construtor nipónico, em quarto, a meros três décimos de segundo do pódio.

Mads Østberg (Ford) fecha a lista dos cinco primeiros a 14,7s da frente. Atrás de Hanninen (+38s) segue o Campeão do Mundo Sébastien Ogier (+41s). O piloto da Ford não está a ter uma boa prova, e chegou mesmo a rodar em 12º! Esapeka Lappi (Toyota) é oitavo à frente de Andreas Mikkelsen. De regresso aos comandos de um WRC nesta jornada, o norueguês está já a 1m57,9s da frente. A fechar o Top 10 surge Jan Kopecky (Skoda), o líder entre os WRC2.

scroll up