Thierry Neuville foi magistral na Polónia

02 julho 2017

Foi uma etapa do WRC repleta de sensações, que começou com lideranças tripartidas entre Neuville, Tanak e Latvala, continuou com duelo a dois depois dos problemas do piloto do Toyota e que durou até ao último dia, depois do acidente de Tanak que o levou ao abandono. Com isto, Thierry Neuville conquista a sua 3ª vitória do ano e a Hyundai a primeira dobradinha, com Hayden Paddon a chegar ao 2º lugar. O campeão do mundo Sébastien Ogier efetuou uma prova muito calculista, apesar de alguns problemas no Ford Fiesta, acabando por chegar ao 3º lugar e registar pontos preciosos na Power Stage, para assim continuar na liderança do WRC 2017.

Depois do abandono de Tanak a dois troços do fim, Neuville não necessitou de correr riscos desnecessários e deu à Hyundai mais uma vitória saborosa, reforçada com o 2º lugar de Paddon e até com o 4º lugar de Dani Sordo, com a marca a terminar com os seus três carros, nos cinco primeiros lugares da classificação geral. Melhor que isto, só o pódio completo, festa que o calculista Ogier estragou, com o piloto do Ford Fiesta a ter como alvo principal a revalidação do título de campeão do mundo de ralis. O 5º lugar da classificação geral foi alcançado por Stéphane Lefebvre, que acabou por ser o melhor Citroen em prova, depois de retirar na Power Stage esta posição a um estreante ao volante de um carro da categoria WRC. Teemu Suninen surpreendeu pela positiva e até venceu um troço à geral com o Ford Fiesta, terminando no 6º posto apenas a cinco segundos de Lefebvre.

A M-Sport colocou mais dois Ford Fiesta no lote dos dez primeiros classificados, com Ostberg a rubricar o 7º lugar, à frente de Evans que foi o 8º classificado. Andreas Mikkelsen, o eleito pela Citroen para susbstituir Meeke, não foi o melhor piloto da marca francesa, acabando a prova no 9º lugar a 4m43,5 do vencedor, relegando Hanninen para o 10º lugar, ele que acabou por ser o melhor dos Toyota Yaris em prova. Com posturas diferentes, a Power Stage, derradeiro troço do Rali da Polónia foi ganha por Jari-Matti Latvala que amealhou assim cinco pontos preciosos. Também a pensar nos pontos, o campeão Ogier somou mais 4 pelo segundo lugar, enquanto os Citroen de Mikkelsen e Lefebvre mostraram que os C3 WRC podem ser competitivos conseguindo o 3º e 4º lugares na Power Stage, com o grande vencedor Thierry Neuville a somar ainda um ponto por ter sido o quinto mais rápido.

Entre os WRC2 Ole Veiby alcançou o triunfo frente a Pontus Tidemand, ambos em Skoda Faboa R5. A Toyota que até passou pelo comando com Latvala, acabou por ser a desilusão do rali, enquanto a Citroen minimizou os estragos, com o 5º lugar de Lefebvre e o 9º de Mikkelsen. Depois do Rali da Polónia, magistralmente ganho por Neuville, Sébastien Ogier continua no comando do WRC 2017, com 160 pontos, enquanto Neuville é o segundo com 149 pontos e Latvala o terceiro com 116 pontos. Entre as marcas, a Fod M-Sport continua a liderar com 259 pontos, mas a Hyundai já está demasiado perto com 237 pontos.

scroll up