Alonso estreia-se a vencer Le Mans com a Toyota

17 junho 2018

Finalmente, a Toyota atingiu o triunfo nas 24 Horas de Le Mans, um feito que buscava desde 1985. A estreia da marca no mais alto do pódio no circuito de Le Sartre em mais de 30 anos teve lugar em conjunto com outra estreia, a de Fernando Alonso, que venceu logo à primeira tentativa numa tripla composta ainda por Sébastien Buemi e por Kazuki Nakajima, piloto que comandou o TS050 Hybrid número 8 no último turno de condução rumo à bandeira de xadrez.

A partida, dada às 14 horas de sábado (hora de Portugal Continental) pela estrela do ténis Rafael Nadal, assinalou o arranque da 86ª edição da mítica prova, com a Toyota a partir da primeira linha da grelha e a dominar a competição em cada uma das 24 horas da corrida, ora com o carro de Conway, Kobayashi e Lopez, o número 7, ora com o número 8.

No final o triunfo acabou por sorrir a Buemi, Nakajima e Alonso, mas não foi fácil, já que a duas horas do final os dois Toyota estavam separados por pouco mais de minuto e meio. Ou seja... Praticamente nada se tivermos em conta que estamos a falar de 22 horas de prova decorridas.

O mais baixo do pódio ficou a cargo do primeiro LMP1 não híbrido, o Rebellion R13 – Gibson de Thomas Laurent, Mathias Beche e Gustavo Menezes.

Nos LMP2 o triunfo ficou a cargo do Oreca 07 de Rusinov, Vergne e Pizzitola, com o quinto posto da geral, enquanto a muito disputada LM GTE Pro foi ganha pelo Porsche 911 RSR de Christensen, Estre e Vanthoor. Uma prenda mais que merecida no 70º aniversário da marca germânica.

scroll up