Após brilhante vitória na Alemanha, Tanak também é candidato

19 agosto 2018

Ott Tanak está com um ritmo demolidor no WRC 2018. Depois de dominar nos pisos de terra da Finlândia, conquistou segunda vitória consecutiva, agora no asfalto da Alemanha. Um piloto completo e muito competitivo que se intromete na luta pelo título mundial, começando a incomodar a sério, tanto Thierry Neuville que foi 2º classificado na Alemanha, como Sebastien Ogier que terminou a prova germânica no 4º lugar. A aposta da Toyota em Tanak está a mostrar-se cada vez mais acertada, conquistando ainda na Alemanha o 3º lugar com Esapekka Lappi.

Numa verdadeira tática para a guerra dos pontos, especialmente entre Neuville e Ogier, foi o piloto belga que levou a melhor, apesar do campeão do mundo ter sido o mais rápido na Power Stage, com Neuville a ser apenas o 5º classificado. Num rali de asfalto complexo, que até teve chuva pelo meio, o último dia de prova ficou marcado pelas desistências do Hyundai de Dani Sordo, que era 2º classificado, devido a despiste. Jari-Matti Latvala, também ficou pelo caminho com problemas na transmissão do Toyota e também o abandono do Citroen de Ostberg, após saída de estrada.

Com os candidatos a forçarem tudo na dança dos pontos da Power Stage, Ogier cumpriu a sua obrigação ao ser o mais rápido, mas com Tanak a registar o 2º tempo apenas a uma décima de segundo. Lappi, para além de 3º da geral foi também o 3º mais rápido no derradeiro troço, seguido por Breen e por Neuville. Com a Toyota a conquistar dois lugares no pódio, a marca ultrapassa a Ford M-Sport na classificação do campeonato de construtores, com o WRC 2018 a contar agora com 3 pilotos candidatos ao título (Neuville, Ogier e Tanak) e também 3 marcas pretendentes (Hyundai, Toyota e Ford M-Sport).

Tanak venceu na Alamanha com 39,2 segundos de vantagem para Neuville e 1m00,9 para Lappi, com Ogier a ser o 4º classificado a 1m34,5 de Tanak e Suninen o 5º a 2m02,9 do vencedor. Mikkelsen deu pontos à Hyundai com o 6º lugar enquanto Breen foi o melhor piloto Citroen em prova com 7º lugar da classificação geral. Entre a categoria WRC2 a luta foi muito emotiva, que terminou com a vitória de Jan Kopecky, com menos de 4 segundos de vantagem para o muito jovem Kalle Rovanpera. Esta categoria foi totalmente dominada pela Skoda, que conquistou os quatro primeiros lugares, ainda com os Fabia R5 do italiano Fabio Andolfi e do alemão Fabian Kreim.

Na luta pelo título de 2018 Thierry Neuville comanda com 172 pontos, seguido por Sébastien Ogier com 149 e por Ott Tanak agora com 136 pontos, os únicos candidatos ao título, uma vez que o Lappi é o 4º classificado com 88 pontos e Mikkelsen o 5º com 65. Entre os construtores, a Hyundai comanda com 254 pontos, a Toyota é agora 2ª classificada com 241 e a Ford M-Sport está no 3º lugar com 224 pontos. A próxima prova do WRC 2018 é o Rali da Turquia entre 13 e 16 de setembro.

scroll up