Barreda garante segunda vitória

10 janeiro 2017

O pelotão do Dakar voltou a deparar-se com alterações na Etapa de hoje, tal como ontem, devido à forte chuva que se fez sentir. Em resultado disso, os pilotos tiveram menos 73 km competitivos.

O espanhol Joan Barreda Bort, sem nada a perder, rodou muito forte para liderar o dia em todos os waypoints e dessa forma levar de vencida a especial com 4h02m50s. Foi a segunda vitória do piloto Honda este ano. Atrás dele terminou Matthias Walkner. O austríaco da KTM precisou de mais 3m51s para completar a especial, enquanto o líder da geral Sam Sunderland foi terceiro, a mais três segundos de distância. O britânico da KTM continua desta forma tranquilo na frente da classificação das duas rodas já que os dois rivais mais diretos, o chileno Pablo Quintanilla (Husqvarna) e o gaulês Adrien van Beveren (Yamaha) perderam tempo. Eles terminaram em 6º (+7m07s) e 11º (+10m27s), respetivamente.

Enquanto isso, Paulo Gonçalves tornou a marcar o ritmo entre os portugueses, mas não durante toda a especial. O piloto da Honda começou, aliás, por ser batido pela surpresa deste Dakar. A estrear-se, Joaquim Rodrigues voltou a dar que falar ao passar por WP1 na terceira posição. O piloto da Hero Speedbrain só foi batido por Gonçalves a partir de WP9, altura em que começou a perder terreno.

No final, Gonçalves acabou por terminar em nono, a 7m06s da frente, enquanto Rodrigues tinha sido cronometrado na 15ª posição, a 14m47s da frente no penúltimo WP. Mais atrás, Hélder Rodrigues (Yamaha) era 19º no mesmo waypoint, a 17m10s do primeiro.

scroll up