Barreda não deu hipóteses e Paulo Gonçalves continua em 3º

04 janeiro 2017

De San Miguel de Tucumán a San Salvador de Jujuy foram uns longos 780 Km, dos quais 364 cronometrados. Uma etapa dura, onde o espanhol Joan Barreda mostrou as suas intenções, levando a Honda à vitória com vantagem considerável de 12m29 sobre o inglês Sam Sunderland em KTM que obteve o 2º lugar na etapa. Barreda solidifica assim o comando na prova com Sunderland a guardar o segundo posto e o português Paulo Gonçalves em Honda a ocupar a 3ª posição da classificação geral, depois do 5º lugar registado na etapa de hoje. Gonçalves resiste assim ao ataque do chileno Pablo Quintanilla em Husqvarna, mantendo intactas as esperanças para um longo Dakar que ainda agora começou.

Quanto ao vasto pelotão luso, o surpreendente Joaquim Rodrigues registou hoje um positivo 18º lugar, sendo o segundo melhor motard português com a sua Hero Speedbrain, ocupando o 19º lugar na classificação geral a 43m49 de Barreda. À espera de melhores momentos, o experiente Hélder Rodrigues em Yamaha foi 24º na etapa de hoje, ocupando agora a 25ª posição na classificação geral, já a 1h00m46 do líder. Mário Patrão (KTM) foi o 31º, ocupando no entanto o 29º lugar na geral, enquanto Luís Portela de Morais também em KTM obteve o 45º lugar no dia de hoje, logo seguido por Gonçalo Reis (KTM). Um pouco mais distantes e a quase duas horas de diferença do vencedor do dia, ficaram Fausto Mota em Yamaha (62º), Bianchi Prata em Honda (63º), Rui Oliveira numa Yamaha (65º) e Fernando Sousa Jr. (KTM) no 66º lugar. Um dia duro para a maioria dos portugueses, com Paulo Gonçalves a fazer questão de continuar a brilhar no pódio deste Dakar 2017.

scroll up