Dakar 2017: Já começou a grande aventura na América do Sul

02 janeiro 2017

Paraguai é novidade no traçado sul-americano do Dakar e a capital Assunção deu o mote festivo para os primeiros 39 km ao cronómetro, que hoje serviram apenas de aperitivo numa longa ligação com mais de 400 km. Sem estratégias competitivas e ainda com as mecânicas em alta, a chegada a Resistência, uma localidade paraguaia com nome a condizer com a prova mostrou precisamente a tenacidade com que a longa caravana encara esta aventura com mais de 9.000 km, que só irá terminar a 14 de janeiro.

O francês Xavier Soultrait levou a sua Yamaha à primeira vitória desta longa maratona, um resultado importante apenas em termos estatísticos, pois as diferenças mínimas entre concorrentes são perfeitamente irrisórias. O espanhol Pedrero Garcia numa Sherco foi o segundo mais rápido, seguido pelo norte-americano Ricky Brabec, o melhor piloto Honda, que deixou atrás de si mais duas motos da mesma marca, a do francês Michael Metge e a do português Paulo Gonçalves, que foi o melhor piloto luso nesta etapa inaugural.

E a excelente representação portuguesa, com 11 pilotos em prova parece desejosa de enfrentar a dureza das etapas mais longas, muitas delas disputadas a alta altitude. Depois do excelente 5º lugar de Paulo Gonçalves (Honda), Joaquim Rodrigues (Hero Speedbrain) foi hoje o 16º classificado, Hélder Rodrigues (Yamaha) o 27º, Mário Patrão (KTM) obteve a 29ª posição, Luís Portela de Morais e Gonçalo Reis, ambos em KTM obtiveram a 35ª e 39ª posição respetivamente, enquanto Fausto Mota (Yamaha) terminou o dia em 53º, David Megre (KTM) foi o 56º classificado, Bianchi Prata (Honda) acabou no 62º lugar, Rui Oliveira (Yamaha) foi 68º e Fernando Sousa Jr, (KTM) o 101º.

Amanhã é um dia longo, com um total de 803 km a percorrer entre Resistência e San Miguel de Tucumán, com uma especial ao cronómetro de 275 km, onde poderão surgir os primeiros indicadores dos protagonistas deste Dakar 2017.

Atualização: Após o final da Etapa os franceses Xavier Soultrait (Yamaha) e Michael Metge (Honda) foram penalizados por excesso de velocidade na ligação. Soultrait, que tinha sido o mais rápido, acabou por cair para 10º ao ver um minuto ser acrescentado ao seu tempo, enquanto Metge, que tinha sido quarto, perdeu quatro posições com os 30 segundos de penalização que lhe foram atribuídos. Em resultado destas alterações, a liderança após o primeiro dia ficou a cargo de Pedrero Garcia, seguido do americano Ricky Brabec e com o português Paulo Gonçalves a completar o Top 3.

scroll up