Elfyn Evans resiste aos ataques de Neuville e Tanak

29 abril 2017

O ritmo demolidor que Elfyn Evans imprimiu ao Ford Fiesta WRC no primeiro dia de prova teve de ser gerido, apesar do líder do Rali da Argentina ter vencido ainda a primeira especial de hoje. Depois disso a gestão de quase um minuto de vantagem acabou por não se mostrar suficiente, tal foram as respostas de Thierry Neuville (Hyundai) e Ott Tanak (Ford), mas também de Kris Meeke que chegou mesmo a vencer duas especiais antes de capotar o Citroen C3 WRC e voltar a abandonar, tal como aconteceu no primeiro dia após despiste.

Entre os pilotos da frente, Mads Ostberg que tinha sido o segundo mais rápido no primeiro dia, bateu forte, abdicando também ele da corrida pela vitória. Em relação ao campeão do mundo Sébastien Ogier, não tem encontrado o andamento ideal, com ténues respostas aos três pilotos do pódio. E se Tanak e Meeke venceram dois troços cada um, durante o dia de hoje, também Neuville com um tempo fabuloso na segunda passagem por “Boca del Arroyo/Bajo del Pungo” a última especial do dia, mostrou-se como o principal opositor ao líder Evans, ocupando agora o 2º lugar a apenas 11,5 segundos da liderança. Para além do piloto do Hyundai i20 WRC, também Ott Tanak está na corrida ocupando a 3ª posição a 26,8 segundos de Evans. Para já fora do pódio o campeão Ogier coloca o seu Ford Fiesta WRC no 4º lugar a 49,9 segundos, seguido pelo Toyota Yaris WRC de Jari-Matti Latvala, que está a consolidar a 5ª posição, mas já a 1m24,6 do primeiro lugar.

Recomposto parece estar Hayden Paddon que demonstrou bons andamentos ao volante do Hyundai, ocupando agora a 6ª posição, mas já a uns distantes 4m26,7 do Ford de Elfyn Evans. Hanninen (Toyota) está no 7º lugar a 9m34,3 e o italiano Bertelli (Ford) no 8º posto a 12m10,0, seguido pelo Hyundai do espanhol Dani Sordo que conseguiu recuperar até ao 9º lugar, agora a 13m26,8 e à frente do líder da categoria WRC2, Pontus Tidemand que continua a ocupar a 10ª posição com o Skoda Fabia R5. A 3ª e última etapa do Rali da Argentina arranca às 13h00 de domingo e conta com três troços cronometrados. Duas passagens por “El Condor/Copina” a última delas em “Power Stage” e uma passagem pelo seletivo troço de “Mina Clavero/Giulio Cesare”. Resta saber se os 11,5 segundos de vantagem de Elfyn Evans, o até agora herói argentino, serão suficientes para conter os ataques de Neuville e Tanak.

scroll up