Meeke lidera após etapa de altos e baixos

11 março 2017

O início dos pisos de terra no Campeonato do Mundo de Ralis acabou por surgir um pouco mais tarde que o esperado, com atrasos no transporte dos carros desde a Cidade do México até Leon, provocados por um grande acidente na autoestrada, a resultar no cancelamento das duas primeiras especiais de sexta-feira.

Reunido todo o pelotão, a ação teve início com aquela que acabou por ser a única passagem pelo enorme troço de El Chocolate e desde logo ficou claro quem iria ditar o ritmo. Após um arranque de época menos positivo, Kris Meeke foi o mais rápido a efetuar os 54,90 km da classificativa e subiu à liderança, posição que não mais perdeu apesar de também ele ter tido resultados irregulares ao longo do dia. O britânico chegou mesmo a assinar um oitavo tempo na Street Stage Guanajuato devido a um erro, mas a verdade é que nem isso foi o bastante para o arredar da primeira posição. O piloto do Citroën C3 WRC terminou o dia com 20,9s de vantagem para os demais.

Atrás dele, o Campeão do Mundo Sébastien Ogier também não teve dia regular. Com resultados a oscilarem entre o segundo e o sétimo tempos, o piloto do Ford Fiesta WRC ’17 foi-se afastando da frente da forma gradual e nem conseguiu capitalizar no erro do rival britânico.

A fechar o pódio do primeiro dia de verdadeira competição ficou Thierry Neuville. Longe do andamento que o levou à liderança nas duas primeiras provas da época, o belga teve um final de jornada para esquecer. Problemas mecânicos, com o motor a falhar nas duas últimas especiais, ditaram significativa perda de tempo. Ainda assim, o piloto do Hyundai 120 Coupe WRC ganhou terreno ao longo do dia para terminar a 56,7s da frente, o último a menos de um minuto de Meeke.

A completar o Top 5 ficaram Juho Hanninen e Ott Tänak. O finlandês do Yaris WRC acabou por ser o melhor representante da Toyota, mesmo depois de uma escolha de pneus menos adequada e de problemas de aquecimento, como o colega de equipa Jari-Matti Latvala. Problemas semelhantes teve também o estónio Tänak, que viu o alarme de temperatura do Fiesta WRC ’17 disparar, o que o levou a refrear o andamento.

Atrás dele ficaram Stéphane Lefebvre (Citroën), Hayden Paddon, que perdeu muito tempo devido a problema mecânico no i20 Coupe WRC na SS6, e o líder do Campeonato do Mundo Jari-Matti Latvala. A completar a lista dos dez primeiros ficaram ainda Pontus Tidemand, o melhor entre os WRC2 com o Skoda Fabia R5, e Eric Camilli (Ford).

O Rally Guanajuato México prossegue neste sábado com mais nove especiais programadas.

scroll up