Miguel Oliveira será o primeiro português no MotoGP

04 maio 2018

Miguel Oliveira vai ser o primeiro português a correr em MotoGP. A novidade foi dada em Jerez de La Fronteira, dias depois do empresário do piloto ACP ter deixado essa hipótese no ar. 

Oliveira torna-se também a primeira estrela do Grande Prémio de Motociclismo a passar por todo o sistema Red Bull KTM MotoGP. Depois do sucesso conseguido na Red Bull Rookies Cup, seguiu-se a Moto3, estando atualmente a lutar pelo melhor posto na classe de Moto2. Em 2019 , o piloto português vai correr pela equipa da Tech3, numa KTM.

Miguel Oliveira não escondeu a sua satisfação: “A temporada ainda vai no início, mas estou muito feliz pelo facto de a KTM já ter conseguido ver o suficiente deste ano e do último, para confiar em mim e acreditar que mereço esta oportunidade no MotoGP. Estou muito grato por isso mesmo. Sempre sonhei com o MotoGP, foi sempre um objetivo e ser capaz de conseguir isto é algo muito positivo. Ainda temos uma longa temporada de Moto2 pela frente e ter já consumado este contrato permite-me relaxar e concentrar-me na minha pilotagem. Já passei por todos os passos que a Red Bull e a KTM deram juntos desde a Rookies Cup. E sou o primeiro a fazê-lo. Acho que isto mostra que outros pilotos podem confiar na KTM e no seu projeto. Penso que tenho as capacidades e a vontade para ter uma boa performance numa moto de MotoGP”.

Já diretor da KTM Motorsports, Pit Beirer, considerou que este é um passo com peso emocional para nós, porque prova tudo o que dissemos sobre a construção de uma estrutura no paddock e a possibilidade de vir da Red Bull Rookies Cup, passar pelas ‘aulas’ connosco e acabar numa equipa de MotoGP. Juntamente com o Aki Ajo criámos o projeto de Moto2 para ser a plataforma que desenvolve pilotos para o MotoGP e tenho de agradecer ao Aki por esta parceria porque está a fazer um excelente trabalho com os pilotos; se eles saírem da sua 'escola', estão prontos para o MotoGP e estou feliz por podermos dar uma oportunidade ao Miguel".

MiguelOliveira, de 23 anos, juntou-se à Red Bull KTM Ajo Moto3 em 2015 e conquistou seis vitórias e nove pódios. Imediatamente subiu para a Moto2 e em 2017, mais uma vez, conquistou nove troféus com três vitórias. Em 2018 conta já com dois pódios na sua KTM na categoria intermédia

scroll up