Mundial de Ralis regressa à Europa

05 abril 2017

Com um início de temporada absolutamente emocionante, com três pilotos e três construtores diferentes a vencerem as três primeiras provas do ano, é muito o interesse que rodeia a Volta à Córsega, quarta ronda do Campeonato do Mundo de Ralis. Este ano a disputar-se bem mais cedo que o habitual.

Sébastien Ogier chega à prova gaulesa na liderança do Campeonato, com mais oito pontos que Jari-Matti Latvala. Mas como já se viu, tudo pode acontecer.

Ambos os pilotos já venceram este ano e surpreenderam tudo e todos; Ogier ao triunfar na estreia com a Ford, e Latvala ao levar o Yaris WRC ao mais alto do pódio logo na segunda prova do ano. Junta-se ainda a isto o facto de ambos terem já ganho na Córsega; o gaulês no ano passado e o finlandês em 2015.

Mas não é tudo. Kris Meeke e a Citroën são os outros dois nomes que se destacam esta época depois de terem ganho a última ronda do Mundial, o Rally do México. O britânico já tinha dado boas mostras nas primeiras jornadas, mas contratempos impediram-no de brilhar.

Enquanto isso, quem está sob maior pressão é, por ventura, a Hyundai e Thierry Neuville. O belga liderou as duas primeiras provas do ano com o novo i20 Coupe WRC, mas em ambas as ocasiões acabou por errar e, em consequência, deitou tudo a perder. Só no México chegou ao pódio com o terceiro lugar e, em boa verdade, olhando às prestações apresentadas até ao momento, afigura-se como o piloto com mais possibilidades de levar a Hyundai à primeira vitória. A acontecer, seria um feito e tanto, com quatro pilotos e quatro construtores a vencerem as primeiras quatro provas do ano!

Em termos de figurino, o Che Guevara Energy Drink Tour de Corse 2017 é composto por um total de 316,76 km cronometrados a disputar ao longo de dez troços de asfalto entre os dias 7 e 9 de abril.

scroll up