Nasser Al-Attiyah responde forte e bate a esquadra Peugeot

08 janeiro 2018

O piloto do Qatar alcançou o segundo triunfo na edição deste ano do Dakar, impondo um ritmo surpreendente ao colocar o Toyota à frente dos quatro Peugeot oficiais. Depois de Carlos Sainz ter dado os primeiros sinais do dia, Al-Attiyah agarrou os destinos da etapa, para vencer com 4m05 de vantagem para Stéphane Peterhansel, que com o 2º lugar do dia passa para o comando da grande maratona mundial do TT. Sainz acaba no 3º lugar da etapa a 6m07 de Al-Attiyah.

O ritmo de hoje acabou por retirar o comando a Cyril Després que viria a terminar a etapa entre Pisco e San Juan de Marcona no 4º lugar a 7m43 do vencedor. A Peugeot que ocupou todas as posições seguintes a Al-Attiyah, viu ainda Sébastien Loeb registar o 5º lugar a 8m34 do piloto da Toyota. Giniel De Villiers e Bernard Ten Brinke levaram por esta ordem as outras duas Toyota à 6ª e 7ª posições, com Jakub Przygonski a ser o melhor dos Mini com o 9º melhor tempo do dia, atrás da Ford de Prokop.

Após a 3ª etapa, Peterhansel é o novo comandante, agora com Déspres, o seu colega de equipa da Peugeot no 2º lugar a 3m11. Al-Attiyah está na 3ª posição da geral a 7m43 da liderança, à frente de Sébastien Loeb que tem agora 10m11 de diferença para o líder, com a Toyota de De Villiers a ocupar o 5º lugar a 11m23 de Al-Attiyah, enquanto Carlos Sainz é agora o 6º da geral a 14m47, com a terceura Toyota de Ten Brinke a ocupar o 7º posto mas já a 31m18 do líder. O melhor Mini em prova é o de Orlando Terranova na 8ªa posição a 35m19, com a Mini a ser, para já, a grande desilusão do Dakar 2018. Os portugueses Carlos Sousa e André Villas-Boas ainda não terminaram a etapa que decorreu entre Pisco e San Juan de Marcona.

scroll up