Neuville controla Rali da Argentina após paragem de Tanak

27 abril 2019

Thierry Neuville chega ao final do 2º dia de prova com 45,7 segundos de vantagem para o 2º classificado, que ainda por cima, é o seu colega de equipa Andreas Mikkelsen. A Hyundai está a sorrir na Argentina, preparando-se para a previsível vitória do seu piloto belga, e para a hipótese de pontuar forte para o campeonato de construtores, com Mikkelsen no pódio. Toda a emoção do duelo entre os 3 candidatos ao título se desfez, depois da paragem de Ott Tanak, com problemas no Toyota Yaris, no penúltimo troço do dia. Para além disso, os problemas na direção assistida do Citroen C3 de Sébastien Ogier, após um toque num portão, deixam Neuville e a Hyundai mais calculistas para o último dia de prova, emboras os ralis só terminem no fim.

Se a distância do líder Neuville em relação ao 3º classificado Kris Meeke em Toyota é de facto confortável, como demonstra o 1m03,2 de vantagem, já a luta pela 2ª posição poderá animar bastante a prova argentina para os 3 derradeiros troços de domingo. Isto porque Meeke está apenas a 17,5 segundos de Mikkelsen e, por sua vez, Ogier está na 4ª posição a escassos 2,8 segundos do piloto da Toyota. Ainda na luta por um lugar no pódio está Dani Sordo, no 5º lugar, com o Hyundai a apenas 6,0 segundos do Citroen de Ogier. Contas importantes para o campeonato, para serem feitas durantes as três últimas especiais de classificação que, segundo tudo indica, poderão dar para Neuville e a Hyundai fazerem a festa na Argentina.

Em relação à categoria WRC 2, o Citroen C3 R5 de Mads Ostberg domina completamente à vontade, com mais de 4 minutos de vantagem em relação ao Ford Fiesta de Pedro Heller. Para amanhã, as especiais de Copina/El Condor com 16,43 km e Mina Clavero/Giulio Cesare com 20,30 km podem causar alguma surpresa, antes da Power Stage que irá colocar um ponto final neste muito desgastante Rali da Argentina, a 5ª ronda do WRC 2019.

scroll up