Nos automóveis há quatro portugueses a recuperar

08 janeiro 2018

Os portugueses em prova nos automóveis chegaram bastante mais tarde que os pilotos da frente, mas estão a recuperar posições na classificação geral. Carlos Sousa no Renault Duster argentino terminou o dia na 22ª posição a 1h08m do vencedor, ocupando agora o 25º lugar da classificação geral a 2h51m do líder, contando apenas com a penalização de 20 minutos que lhe foi atribuída. A dupla André Villas-Boas/Ruben Faria, vai-se adaptando bem às areias do deserto peruano, tendo em conta que é a estreia absoluta do conhecido treinador de futebol no Dakar, ao volante da Toyota. Hoje foram 43º à chegada a San Juan de Marcola a 2h18m de Al-Attiyah, ocupando o 41º lugar da geral. Depois do acidente de ontem sofrido pelo Mini All4 Racing de Boris Garafulic e Filipe Palmeiro, que obrigou a equipa a perder demasiado tempo para recuperar o carro, a dupla rolou hoje de forma positiva, registando o 14º tempo a 24m59 do vencedor. Filipe Palmeiro ocupa agora o 49º lugar da geral, mas com forte tendência para subir na tabela classificativa.

 Terça-feira, 9 de janeiro/4ª Etapa (San Juan de Marcona/San Juan de Marcona) – 444 km (SS: 330 km)

Após uma sessão de velocidade ao sprint na praia, propícia para o desenrolar da aventura lançada com quatro carros a par, os concorrentes encontrarão cerca de 100 km de dunas de todos os tamanhos, o que poderá aumentar grandemente as diferenças no cronómetro final, sobretudo para quem tiver dificuldade em encontrar o último “canyon”.

scroll up