Ogier vence e aproxima-se do título

02 outubro 2016

Com o final do dia de ontem a Volta à Corsege acabou por ficar decidida e só mesmo um desastre poderia tirar a vitória a Sébastien Ogier, ou o pódio a Thierry Neuville e Andreas Mikkelsen.

De tal forma, que os três pilotos optaram por prestações reservadas nas duas especiais que compuseram o último dia da ronda gaulesa do Campeonato do Mundo de Ralis, principalmente a longa tirada de 53,78 km de Antisanti (SS 9). O Campeão do Mundo da VW ficou-se por um modesto sexto lugar, com o belga da Hyundai a ser quarto e o norueguês do terceiro Polo R WRC a garantir o sétimo posto.

No Power Stage de 10,42 km, Porto-Vecchio/Palombaggia, o cenário foi um pouco diferente, com Ogier a somar o ponto extra do terceiro lugar e Mikkelsen a bonificar em dois pontos pela segunda posição. Já Neuville seguiu estratégia diferente e limitou-se a cumprir calendário com o quinto lugar, isto porque o intermédio do pódio estava já garantido.

Jari-Matti Latvala também não logou melhorar face ao dia de ontem e, como de resto com todos os pilotos do Top 5, terminou o dia na mesma posição em que começou, em quarto, à frente do melhor piloto Citroën, Craig Breen.

Em claro contraste, Kris Meeke voltou a mostrar que a marca do duplo Chevron é um nome a ter claramente em linha de conta no próximo ano. Não fossem os problemas nos dois primeiros dias de prova, principalmente o acidente de ontem, e o britânico podia ter terminado numa posição bem diferente. Com um andamento fortíssimo, Meeke levou de vencida as duas últimas especiais da prova para terminar no 16º posto da geral. Após as vitórias no Vodafone Rally de Portugal e na Finlândia, esta quinta participação do piloto no Mundial deste ano foi marcada por altos e baixos, com passagem inicial pelo segundo posto da geral e ainda com uma grande recuperação pelo meio.

O calendário prossegue agora com o Rali da Catalunha a disputar de 13 a 16 de outubro.

scroll up