Oliveira foi mestre em Sepang

29 outubro 2017

Uma semana depois de se ter estreado a vencer na Moto2, Miguel Oliveira apresentou-se muito forte no Circuito Internacional de Sepang. O jovem português deu mostras das suas intensões logo na primeira sessão de treinos livres ao assinar o melhor tempo e reforçou com prestações entre os três primeiros em todas as sessões que se seguiram, exceção feita ao warm-up, em que foi quarto.

Com todos os avisos feitos à concorrência, Oliveira voou assim que as luzes vermelhas se apagaram para dar início à penúltima jornada da época da categoria intermédia do Campeonato do Mundo de MotoGP.

Vindo da segunda posição da grelha, que só não foi a pole position por meros 0,026s, o piloto da KTM disparou para a liderança da prova para não mais a perder até final. Ao cabo da primeira passagem pela linha de meta a vantagem para os rivais era já de 0,691s e continuou a crescer de forma regular para chegar a ultrapassar os cinco segundos. Pelo caminho, o piloto do ACP assinou a melhor volta da corrida em 2:06,952s, que é também o novo recorde do traçado.

À 18ª volta, e quando faltava apenas mais uma passagem pela meta, o jovem de Almada abrandou um pouco o ritmo para concluir a corrida com 2,3 segundos de vantagem sobre o colega de equipa Brad Binder e com Franco Morbidelli a fechar o pódio para se sagrar Campeão do Mundo de Moto2.

Com este resultado, e apesar de faltar ainda uma jornada para o final da época, Oliveira assegurou já o terceiro posto no Campeonato.

scroll up