Oliveira fora das pistas até Valência

18 outubro 2016

Miguel Oliveira revelou hoje que, ao contrário do que esperava, não vai conseguir participar nas próximas duas jornadas do Campeonato do Mundo de Moto2 dado ainda não ter recuperado o suficiente da fratura na clavícula contraída em Aragão no mês passado.

O piloto da Leopard Racing, que foi operado em Lisboa por Morais Sarmento logo após se ter lesionado, esperava estar apto para regressar à competição em Motegi, mas tal acabou por não se verificar. As muitas curvas para a direita do circuito nipónico revelaram-se demasiado duras para o jovem de Almada, que, em concordância com a equipa, optou por não participar na ronda japonesa do Mundial e regressar de imediato a casa para recuperar com vista a alinhar na última jornada do ano em Valência, a 13 de novembro próximo.

"Infelizmente não vou participar nas próximas duas corridas a realizar na Austrália e na Malásia,” confessa o único português a alinhar no Campeonato do Mundo de Moto2. “Foi uma decisão conjunta minha e da Leopard Racing para que possa recuperar completamente da lesão sofrida no GP de Aragão. Após a intervenção cirúrgica fiz um grande esforço para correr no Japão, mas as dores que senti no primeiro treino não me permitiram continuar o fim-de-semana como desejava. Estou já de volta a casa para acelerar a minha recuperação e preparar-me para competir na última prova do ano, em Valência, onde espero poder ver muitos portugueses nas bancadas a apoiarem-me."

Miguel Oliveira tem assim mais três semanas para concentrar todos os seus esforços na recuperação para o fecho de um Campeonato onde continua a ser o Melhor Estreante.

scroll up