Oliveira vence em Brno e assume liderança do Mundial

05 agosto 2018

Miguel Oliveira fez história esta manhã no Circuito de Brno ao assinar a segunda vitória da época, o sexto pódio do ano, tornando-se, com isso, no primeiro português a liderar a classificação geral de um Campeonato do Mundo.

O piloto ACP já tinha dado mostras do potencial no sábado com o quarto posto da grelha, igualando a sua melhor qualificação da época que tinha sido conseguida no Qatar. Foi a primeira vez que o piloto da Red Bull KTM Ajo logrou partir para um Grande Prémio entre os cinco primeiros depois de sete jornadas consecutivas com resultados de qualificação entre os 10º e 17º lugares da grelha.

Com muito menos trabalho de recuperação pela frente neste Grande Prémio da República Checa, o jovem de Almada não deixou, ainda assim, de protagonizar uma corrida absolutamente emocionante, com várias trocas de posições ao longo das 19 voltas.

Após o apagar das luzes Oliveira deu por si sem ter ganho uma única posição, o que é raro em si, mas à terceira passagem pela linha de meta estava já no pódio provisório depois de passar Alex Márquez, o primeiro líder da prova. Mais duas voltas volvidas, o português, tal como Luca Marini, tirava bom partido de uma falha do então líder do Campeonato do Mundo Francesco Bagnaia, que caiu de primeiro para terceiro de uma assentada. Marini assumia então o comando, com Oliveira logo atrás na luta pela vitória.

Mas antes de assumir a liderança da corrida Oliveira viu-se ainda a cair na classificação. À nona volta Bagnaia passou para segundo e na seguinte voltou a assumir a primeira posição, enquanto Oliveira se via batido pouco depois por Lorenzo Baldassarri. O italiano da Pons HP 40 dava início a um período muito bom na prova passando depois para a liderança. Praticamente ao mesmo tempo Oliveira dava início a nova recuperação, primeiro saltando de quarto para segundo e, duas voltas depois de ter regressado ao pódio, saltava para a cabeça do pelotão.

Nessa altura faltavam quatro voltas para o final e o português mostrou toda a sua fibra, principalmente no que foi uma última volta de cortar a respiração. A luta emocionante entre o luso e Marini originou várias trocas de posições com Oliveira a garantir uma brilhante vitória apenas na última curva. No mais baixo do pódio ficou Bagnaia, que assim caiu para segundo no Campeonato do Mundo com 164 pontos, menos dois que o novo líder Miguel Oliveira.

scroll up